Acorda Cidade - Dilton Coutinho

23 de Janeiro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Vladimir Aras

Todas as notícias
Publicado em 28/06/2013 07h12.

Era uma vez: Três e o Banestado

Atuava em Feira de Santana na área de combate à improbidade, conduzindo vários inquéritos civis sobre estripulias as mais diversas.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Era uma vez: Três e o Banestado
Divulgação
Por Vladimir Aras

Quem assistiu à sessão da Câmara dos Deputados que derrotou a proposta corporativista denominada PEC 37 (25/jun), pode ver o deputado Protógenes Queiroz elogiar a atuação de alguns membros do MPF com os quais ele trabalhou.

Um deles foi o procurador da República Celso Três, o “pai” da investigação conhecida como caso Banestado, um escândalo de mais de US$24 bilhões de dólares. Este dinheiro saiu do País por meio de contas de não-residentes, chamadas CC-5.

Tudo começou com o trabalho de Três e do Banco Central. Só depois vieram a CPI do Banestado e a Força-Tarefa CC-5, que reuniu MPF, Polícia Federal e Receita Federal num QG em Curitiba.

A diligente atuação do colega Celso Três, então lotado no MPF/PR, teve grande impacto na época. Lembro muito bem. Eu era membro do Ministério Público da Bahia quando li as notícias sobre o

Banestado e sua máquina de evadir divisas.

Atuava em Feira de Santana na área de combate à improbidade, conduzindo vários inquéritos civis sobre estripulias as mais diversas. A cidade estava sob o flagelo de um prefeito corrupto por convicção. E, graças a “vocês-sabem-quem”, o MP baiano (eu e o colega Valmiro Macedo) era incapaz (ou éramos nós?) de conseguir uma mísera quebra de sigilo do dito cujo. Nada.

Foi quando vi o dr. Celso Três na TV e nos jornais conseguir esse feito marcante na história do combate à lavagem de dinheiro no Brasil: a quebra do sigilo bancário de todas as contas CC-5 do País.

Fiquei com inveja e resolvi voltar a estudar para o concurso do MPF.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

'O Brasil não é isto', uma centenária lição de Rui para hoje
Blog do Vlad

'O Brasil não é isto', uma centenária lição de Rui para hoje

Um dado muito curioso marcou a sucessão brasileira daquele ano. Um dos postulantes não estava no Brasil dura...

A adesão do Brasil ao tratado europeu de transferência de condenados
Blog do Vlad

A adesão do Brasil ao tratado europeu de transferência de condenados

Os tratados bilaterais firmados com Angola (Decreto 8.316/2014) e Portugal (Decreto 5.767/2006) foram substitu...

Retrocesso no sistema brasileiro anticorrupção
Blog do Vlad

Retrocesso no sistema brasileiro anticorrupção

O atual quadro judicial-legislativo brasileiro põe em causa os meios à disposição das autoridades locais p...

Vídeo

Colbert assume candidatura e diz que vai ganhar junto com Ronaldo Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta quarta-feira 22.01:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram