Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

20º 28º Feira de Santana
25 de maio de 2017

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Dilton e Feito

Deputada Luiza Maia é ameaçada por causa de projeto

09/08/2011 08h22
As ameaças, segundo a deputada, são feitas pela internet. O perfil da parlamentar no twitter é o alvo dos contrários à medida
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Deputada Luiza Maia é ameaçada por causa de projeto
Reprodução | Luiza Maia

A deputada estadual Luíza Maia (PT-BA), autora do projeto de lei (PL) que proíbe investimento de dinheiro público na contratação de bandas de pagode que fazem apologia à violência contra a mulher, está sendo ameaçada de morte. As ameaças, segundo a deputada, são feitas pela internet. O perfil da parlamentar no twitter é o alvo dos contrários à medida. Ainda no microblog, vários seguidores, como a vereadora Léo Kret, mostram-se favoráveis à iniciativa de Luíza. Leo Kret do Brasil disse, no microblog, que "o projeto é de grande relevância p/ nosso estado". Outro seguidor da deputada, no entanto, afirmou que as mulheres gostam deste tipo de música. "Por que, então, não se proíbe o funk?", questionou o seguidor. A deputada afirmou, em entrevista a um programa de televisão, que, apesar das ameaças, não vai deixar de lutar pelo projeto. "Estou sendo ameaçada, mas não tenho medo disso, não", afirmou ela, acrescentando que a PL não é uma censura a liberdade de expressão para o pagode baiano, mas "uma defesa para a mulher". "Sou defensora da liberdade de expressão, mas não acho justo que o dinheiro público seja usado para financiar este tipo de agressão contra a mulher", salientou. O projeto, que está na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa da Bahia, aguarda aprovação para vigorar. ao projeto. (Diário Sergipano)

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também

PodCast

Entidade solicita prisão domiciliar de detenta do Conjunto Penal que teve bebê há 6 meses

mais podcast ›

Videos

Vereador diz que recebeu oferta de droga na Câmara Municipal