Gestão do Amélio Amorim será definida até esta quinta-feira

A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e a Secretaria de Cultura da Bahia (Secult) anunciam, até quinta-feira (24), o resultado final das negociações sobre a gestão do Centro de Cultura Amélio Amorim, atualmente sob a responsabilidade da Universidade. O assunto foi tratado em reunião na manhã desta quarta-feira (16), no Amélio, entre o […]

16/09/2009 21h56, Por Dilton e Feito

image image image image image

Compartilhe essa notícia

image image image image image

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

A Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) e a Secretaria de Cultura da Bahia (Secult) anunciam, até quinta-feira (24), o resultado final das negociações sobre a gestão do Centro de Cultura Amélio Amorim, atualmente sob a responsabilidade da Universidade. O assunto foi tratado em reunião na manhã desta quarta-feira (16), no Amélio, entre o reitor José Carlos Barreto de Santana e o secretário estadual de Cultura, Márcio Meirelles.
 
No entendimento da Administração Uefs, não é justo que a Instituição assuma custos operacionais de um órgão que não lhe pertence. Nesse sentido, o reitor José Carlos Barreto reiterou a posição da Uefs de dar continuidade à gestão do espaço, desde que o Amélio Amorim passe a fazer parte do patrimônio da Universidade.
 
Para José Carlos Barreto, houve avanços na reunião desta quarta-feira, o que ampliou a possibilidade de doação do Amélio Amorim para a Uefs. O secretário Márcio Meirelles, mesmo sem uma definição das negociações, afirmou que “é necessário avaliar as ações de apoio à cultura na cidade e reconstruir a parceira com a Uefs para garantir um melhor aproveitamento do Amélio”.
 
Até a decisão final, garantiu o reitor José Carlos Barreto, a Uefs manterá o Amélio Amorim cumprindo com as finalidades de realização e apoio a atividades culturais e artísticas.
 
A reunião desta quarta-feira contou, também, com a participação de Gisele Nussbaumer, diretora da Fundação Cultural do Estado da Bahia, e de Selma Oliveira, diretora do Centro Universitário de Cultura e Arte (Cuca), órgão da Uefs responsável pela administração do Amélio Amorim.

Ascom/Uefs.

Compartilhe essa notícia

image image image image image image

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Mais Notícias

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

image

Rádio acorda cidade