São Paulo

"Ele ia fazer o mal a ela'', diz motorista de ônibus que ajudou a salvar mulher de tentativa de estupro

Segundo a SSP, a mulher caminhava na rua quando um homem armado com objeto cortante chegou por trás. Motorista de ônibus desconfiou de abordagem truculenta e parou o veículo.

09/11/2023 às 12h15, Por Acorda Cidade

Compartilhe essa notícia

O motorista de ônibus que salvou uma mulher abordada por um homem que a ameaçou com um objeto cortante numa rua da Zona Sul de São Paulo acreditou que, no início, o caso se tratava de uma briga e decidiu parar o veículo. Ele teve ajuda dos passageiros para salvar a mulher.

Uma câmera de segurança flagrou o caso, que ocorreu na Rua Dom Vilares, na Vila das Mercês, e foi registrado como tentativa de estupro no 26°DP, em 23 de outubro.

Ao g1, Paulo Sousa, de 64 anos, que há 22 anos trabalha na linha 574J/10 Metrô Conceição – Vila Carrão, diz que foi a primeira vez que presenciou um crime. O motorista lembra que viu a pedestre caminhando e desconfiou quando o suspeito chegou por trás dela de forma truculenta.

“Era uma coisa bem estranha, até achei que era briga de casal no começo. Olhei bem e pensei: ‘tem coisa errada aí’. Parei o carro e disse que a bolsa dela caiu. Ele chegou de um jeito brusco e fiquei parado com o ônibus, e perguntei se ela precisava de ajuda, e ela fez um gesto com as mãos de ‘vem, vem'”, lembra.

Foto: Reprodução

A vítima, uma mulher de 39 anos, contou à polícia que estava a caminho do trabalho quando foi abordada pelo suspeito com um objeto em mãos. Ele a ameaçou e a obrigou a acompanhá-lo.

Ela pediu socorro para os passageiros, o cobrador e o motorista. E só conseguiu contar que não o conhecia e que se tratava de uma tentativa de estupro cerca 3 minutos depois que o suspeito já tinha saído do local.

“Ela entrou em pânico e ficou paralisada. Não conseguia falar. Só depois que ela falou que era um estuprador. Ele [agressor] ainda disse que ela era mulher dele. No ônibus que ela disse nunca tinha visto ele”, conta Paulo.

No começo da abordagem, o homem colocou um objeto nas costas da vítima e mandou que ela o acompanhasse sem fazer barulho.

“Ele estava seguindo ela já. Já sabia pra onde ia e o que ia fazer. Foi algo macabro, ia fazer o mal pra ela. Foi por Deus que a gente passou e viu.”


O motorista deixou a vítima perto da delegacia para o registro da ocorrência . As investigações seguem pelo 26º DP para tentar identificá-lo e localizá-lo.

Flagrante em vídeo

O vídeo da câmera de segurança mostra o momento em que a mulher estava caminhando na calçada quando o homem a segura pela cintura. A vítima ainda se assusta e deixa a bolsa cair (assista acima).

Em seguida, por outro ângulo, dois passageiros e o motorista desembarcam do ônibus e abordam os dois. A mulher consegue sair do lado do suspeito e vai em direção ao grupo.

Em nota, a SPTrans informou que “repudia casos de assédio e violência contra a mulher dentro e fora dos ônibus municipais. Permanentemente, são feitas campanhas contra abuso nos ônibus”.

“O motorista e outros passageiros conseguiram chegar até a vítima, e levá-la em segurança até o ônibus”.

Fonte: G1

Siga o Acorda Cidade no Google Notícias e receba os principais destaques do dia. Participe também dos nossos grupos no WhatsApp e Telegram

Compartilhe essa notícia

Categorias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais Notícias

image

Rádio acorda cidade