Acorda Cidade - Dilton Coutinho

23 de Setembro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 27/07/2021 06h38.

Ministério da Saúde recomenda Pfizer a gestantes que tomaram 1ª dose da AstraZeneca

Não é permitida a intercambialidade nos casos normais, diz ministério
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Ministério da Saúde recomenda Pfizer a gestantes que tomaram 1ª dose da AstraZeneca

Acorda Cidade

Agência Brasil - O Ministério da Saúde anunciou na segunda-feira (26) uma nova recomendação para a vacinação de gestantes e puérperas contra a covid-19. Aquelas que receberam a primeira dose da AstraZeneca poderão tomar a segunda dose de outro tipo de imunizante para completar o ciclo vacinal. A preferência é que essa nova aplicação seja da vacina da Pfizer/BioNTech.

A recomendação, até agora, era que mulheres nesse grupo esperassem o fim do puerpério para a tomar a segunda dose. Essa orientação foi dada após a morte de uma gestante no Rio de Janeiro, cujo falecimento teria relação com o fato de ter sido tomada a primeira dose da vacina AstraZeneca.

“O Ministério da Saúde recomendou a interrupção. E, como sabemos, com o aumento da morbidade neste grupo, retomamos a vacinação e, hoje, apresentaremos a modificação”, explicou a secretária Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19, Rosana Leite.

Ela destacou, contudo, que essa situação é excepcional. Nos demais casos, a aplicação de doses diferentes em uma pessoa (chamada tecnicamente de intercambialidade) deve ser tratada como erro.

“Não é permitida a intercambialidade nos casos normais. Ainda é considerado erro de vacinação. E, quando isso ocorrer, deve ser tratado como erro vacinal e registrado no e-SUS [sistema de dados do Sistema Único de Saúde]”, disse a secretária.

Para as grávidas e puérperas que ainda não se vacinaram, segue a orientação para que tenham a aplicação de doses sem o vetor viral, como CoronaVac ou Pfizer.

Terceira dose

Na entrevista coletiva onde foi apresentada a nova orientação, a secretária responsável pelo enfrentamento à covid-19 afirmou que a pasta não recomenda a aplicação de uma terceira dose, mas que o assunto está sendo discutido.

“Essas tratativas são motivos de estudos e análises nas câmaras técnicas. Estamos planejando a vacinação do próximo ano. Isso será motivo de um fórum para que possamos debater quais serão os esquemas para o próximo ano”, informou.

Perguntada sobre o crescimento de casos da variante delta do coronavírus, Rosane Leite classificou esta como “a maior preocupação do ministério no momento”. Ela lembrou que o Programa Nacional de Imunizações reforçou a vacinação em faixas e linhas de fronteira, como forma de tentar evitar que novos casos entrem por países vizinhos.

A secretária reforçou que a vacinação com a primeira dose é uma estratégia fundamental para combater a disseminação do vírus e para evitar que as pessoas tenham quadros evoluindo para situações graves ou para mortes.

Rosana Leite disse que a previsão da pasta para agosto é receber 63 milhões de doses. Diante da chegada de mais remessas, o ministério também avalia a possibilidade de redução do intervalo entre a primeira e segunda dose.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Covid-19: ministério volta a recomendar vacinação de adolescentes
Saúde

Covid-19: ministério volta a recomendar vacinação de adolescentes

Orientação é priorizar jovens mais vulneráveis

Feira de Santana registra 38 novos casos; quase 400 pessoas aguardam resultados de exames
Boletim

Feira de Santana registra 38 novos casos; quase 400 pessoas aguardam resultados de exames

O boletim epidemiológico contabiliza 27 pacientes internados no município.

Idosos acima de 70 anos recebem dose de reforço contra a covid-19 nesta quinta; veja a vacinação para outros públicos
Covid-19

Idosos acima de 70 anos recebem dose de reforço contra a covid-19 nesta quinta; veja a vacinação para outros públicos

Também haverá aplicação da primeira dose da vacina para adolescentes de 14 anos (nascidos em 2007), com ou...

Vídeo

Influencers celebram Hit das Vacinas por incentivar jovens a se imunizarem contra Covid-19 Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta quarta-feira 22.09:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram