Acorda Cidade - Dilton Coutinho

16 de Maio de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Bahia

Todas as notícias
Publicado em 16/04/2021 14h11.

Santa Bárbara possui dívida de mais de R$ 5 milhões e está negativado no CAUC, o 'SPC' das prefeituras

O desfalque nos cofres públicos do município foi apresentado em relatório detalhado produzido pela nova gestão que assumiu em 1º de janeiro de 2021.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Santa Bárbara possui dívida de mais de R$ 5 milhões e está negativado no CAUC, o 'SPC' das prefeituras
Foto: Divulgação | Cidade de Santa Bárbara

Acorda Cidade

Como se já não bastasse o desafio de administrar a prefeitura durante a maior pandemia de todos os tempos, o novo prefeito de Santa Bárbara, Edifrancio Oliveira, enfrentará outras dificuldades: dívidas herdadas da gestão passada que somam mais de R$ 5 milhões. O desfalque nos cofres públicos do município foi apresentado em relatório detalhado produzido pela nova gestão que assumiu em 1º de janeiro de 2021.

Segundo o prefeito Edifrancio Oliveira, em janeiro deste ano, quando assumiu a administração da cidade, foram encontrados diversos registros de irregularidades. Entre as pendências deixadas pelo governo anterior estavam descumprimentos nas obrigações de transparência, adimplemento na prestação de contas de convênios e obrigações de adimplência financeira. “Sei que não será fácil, estamos passando por momentos críticos por conta da pandemia, porém, regularizar essa situação é uma das prioridades estabelecidas por nossa gestão. Vamos limpar o nome da cidade junto ao CAUC e desta forma conquistar novas melhorias para a cidade”, afirmou o prefeito.

Conforme o documento, a Prefeitura de Santa Bárbara está inadimplente no Sistema Auxiliar de Informações para Transferências Voluntárias (Cauc), devendo R$ 4.105.613,12 (mais de 4 milhões de reais) ao INSS acumulados durante a gestão do ex-prefeito Jailson, que estão sendo descontados dos repasses mensais do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). De acordo com o departamento jurídico da prefeitura, a arrecadação do município está sendo afetada de forma drástica, visto que além desta dívida existem outras com telefonia, Embasa, Coelba e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), que somadas ultrapassam R$ 5 milhões de reais.

Com o nome negativado no Cauc, o município fica impedido de receber transferência voluntária e contratar operações de crédito, através de convênios com o Governo Federal para execução de obras ou projetos.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Bahia

Governo define funcionamento apenas de serviços essenciais em 36 municípios do oeste

As restrições valem até o dia 25 de maio. Veja a relação dos municípios.

Justiça concede liberdade provisória a Cátia Raulino, professora investigada por plagiar trabalhos de ex-alunos na BA
Bahia

Justiça concede liberdade provisória a Cátia Raulino, professora investigada por plagiar trabalhos de ex-alunos na BA

Decisão ocorreu nesta sexta-feira (14). Cátia deve seguir algumas medidas determinadas pela Justiça como co...

Recuperação de trechos em Candeias melhora logística das regiões metropolitana de Salvador e Recôncavo baiano
Bahia

Recuperação de trechos em Candeias melhora logística das regiões metropolitana de Salvador e Recôncavo baiano

A próxima etapa será a abertura dos envelopes com as propostas das empresas interessadas na execução dos s...

Vídeo

Santa Casa de Misericórdia inaugura 8 leitos de UTI exclusivos para Covid-19 em Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram