Acorda Cidade - Dilton Coutinho

17 de Abril de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Política

Todas as notícias
Publicado em 07/04/2021 21h00.

Fernando Torres orienta aliados a aprovar, na íntegra, projeto que facilita pagamento de tributos

O presidente da Câmara diz que pesou, em sua decisão, uma conversa com José Ronaldo.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Fernando Torres orienta aliados a aprovar, na íntegra, projeto que facilita pagamento de tributos
Foto: Ascom/CMFS

Acorda Cidade

Em "confiança" ao secretário da Fazenda Expedito Eloy e sua equipe, ao prefeito Colbert Martins Filho e ao ex-prefeito José Ronaldo, o vereador Fernando Torres (PSD) orientou ao grupo de aliados na Câmara, nesta quarta (7), pela aprovação do projeto do Poder Executivo que cria o Programa de Recuperação e Estímulo a Quitação de Débitos Fiscais no âmbito do Município. A matéria foi aprovada por unanimidade do plenário, em primeira e segunda discussões, em sessões extraordinárias realizadas pelo Legislativo. O presidente da Câmara diz que pesou, em sua decisão, uma conversa com Ronaldo: "Ele me convenceu de que esta equipe da Fazenda, vitoriosa nos últimos 20 anos da gestão municipal, merece a aprovação da proposta, integralmente".

O presidente afirma que não há "nenhuma negociação" política, da parte dos vereadores, em relação a este projeto. "Estou nesta Casa para contribuir com o Município, não para fazer oposição ao prefeito, nem puxar saco ou lhe ser subalterno", adverte. Ao final do pronunciamento e após ouvir os argumentos dos vereadores oposicionistas do Governo, decidiu, regimentalmente, não acolher a tramitação de uma emenda de autoria do petista Sílvio Dias (PT) ao projeto.

Fernando observa que a permissão para o Município isentar contribuintes em débito do pagamento de juros de mora e multa, e possibilitar o parcelamento dos tributos, vai aumentar a arrecadação, "possibilitando à Prefeitura trabalhar ainda mais". Por sua vez, a Câmara, que enfrenta redução de recursos, também poderá recuperar, no próximo exercício, o que perdeu em 2021 - este mês de abril, a Câmara recebe R$ 400 mil a menos que o mesmo período do ano passado. Será, diz ele, fundamental para que a Casa possa futuramente voltar a investir em sua estrutura, reajustar o salário dos seus servidores e os próprios vereadores sejam contemplados com o novo subsídio, suspenso este ano. 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Covid-19: governadores pedem ajuda à ONU para obter vacinas
Política

Covid-19: governadores pedem ajuda à ONU para obter vacinas

Até agora Brasil recebeu apenas 1 milhão de doses do Covax Facility

Galeguinho SPA solicita medidas de apoio à cadeia do setor cultural em Feira de Santana
Política

Galeguinho SPA solicita medidas de apoio à cadeia do setor cultural em Feira de Santana

De acordo com ele, "o setor cultural não tem perspectiva nenhuma. Por isso, é necessário um olhar mais emp...

 STF confirma anulação das condenações de Lula, que pode disputar eleição
Lava Jato

STF confirma anulação das condenações de Lula, que pode disputar eleição

Plenário do Supremo Tribunal Federal julgou recurso apresentado pela Procuradoria-Geral da República (PGR), ...

Vídeo

Idosos e acompanhantes se aglomeram em fila de vacina na UBS do Dispensário Santana Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram