Acorda Cidade - Dilton Coutinho

25 de Setembro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Entrevista

Todas as notícias
Publicado em 04/02/2021 16h09.

Secretário de Agricultura Pablo Roberto diz que pretende reestruturar Parque de Exposições

Ele destacou sobre os projetos que serão realizados, e esclareceu sobre a gestão da Secretaria, respectivamente.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Secretário de Agricultura Pablo Roberto diz que pretende reestruturar Parque de Exposições
Foto: Maylla Nunes/ Acorda Cidade

Acorda Cidade 

O secretário Pablo Roberto, recém nomeado na Secretaria Municipal de Agricultura e Recursos Hídricos de Feira de Santana afirmou nesta quinta-feira (4), em entrevista ao Acorda Cidade, que tem planos para a execução da fomentação agrícola e identificação de infraestruturas no Parque de Exposições João Martins da Silva, além da distribuição de sementes realizada pelo governo municipal aos agricultores do município. Ele ainda esclareceu dúvidas sobre a Expofeira. 

Confira abaixo a entrevista: 

AC: Em 2020, houve uma distribuição de sementes para agricultores do município, realizada pela prefeitura municipal. Essa distribuição, tende a continuar? 

Pablo: Não tive ainda oportunidade de conversar pessoalmente com o prefeito, mas conversei ontem com a equipe técnica da Secretaria e eles me falaram que estão no processo de aquisição das sementes. Tenho uma visão e é um ponto de vista pessoal, já carrego isso comigo há algum tempo e acho que não pode ser uma distribuição de qualquer forma. A distribuição deve ter um compromisso uma responsabilidade social daquelas pessoas que recebem a semente. A avalição é que ela deve continuar, claro que deve estar alinhada com uma orientação do governo. É uma ação importante e que embora algumas pessoas ainda critiquem, acham que a quantidade é pouca, para quem anda no campo, na zona rural, essas sementes fazem a diferença. Mesmo sendo uma quantidade que alguns julgam irrisória, para outros elas fazem a diferença e são necessárias.

AC: A restruturação do Parque de Exposições João Martins da Silva, também é um dos planos da Secretaria de Agricultura? 

Pablo: Existe no calendário, a realização da Expofeira, além de alguns pedidos de associações de criadores para que o município ainda possa sediar esse ano em outubro, dezembro, o acontecimento de leilões, feiras de animais. Tudo depende ainda da evolução do processo de vacina, nós estamos acompanhando pelo noticiário nacional. Tudo aquilo que for preciso ser feito, que seja necessário fazer para a organização, nós vamos cuidar de fazer, as adequações, os processos todos. Caso estejam todos imunizados e o entendimento do governo seja pela realização, nós teremos que estar com as coisas organizadas, mas ainda é muito cedo para falar na realização de qualquer atividade na Expofeira. Acho que precisamos reestruturar o Parque de Exposições. Ele é um grande equipamento importante para a cidade. O prefeito também está atento a isso, ele inclusive, está articulando uma audiência com a ministra Tereza Cristina da Agricultura, com o presidente da Confederação Nacional da Agricultura, que têm um carinho e atenção por Feira de Santana e que querem muito ajudar nesse processo. Entendo que o Parque de Exposições não pode ser um equipamento que fique com a grande estrutura ociosa para ser utilizada apenas duas ou três vezes no ano. O que eu sonho, o que eu penso, é que de repente pode ser transformado em uma escola agrícola, nós temos hoje experiência, temos casa de farinha espalhadas nos distritos que não estão funcionando por que quem trabalhava era o pai, o avô, o filho hoje de uma outra geração não se qualificou, não se habilitou, então por que não levar essas pessoas para uma escola para aprender? Lá pode ser um grande pólo, o parque precisa ter uma dinâmica no seu dia a dia, não apenas ficar lá daquela forma que possa ser utilizado apenas para ceder para eventos, porque assim é ruim para a cidade.

AC: O Dnit permitiu a abertura de uma terceira faixa para a trafegabilidade de veículos e acesso ao Parque de Exposições. A prefeitura vai fazer uma pista?

Pablo: Estive com o ex-secretário Joedilson, conversei com ele para dar algumas orientações e ele falou muito sobre isso, existem na verdade duas possibilidades, uma é essa da terceira faixa na frente e a outra é a desapropriação de uma área do fundo possibilitando uma entrada pela Avenida Noide Cerqueira. Lá, foi feito um processo de aluguel que vem sendo feito há alguns anos, e toda vez que tem Expofeira, aluga-se a área para o dono do fundo. O que nós queremos fazer é esse estudo de viabilidade, na possibilidade de desapropriar, porque a Noide é uma área importante também que dá um fluxo importante ao parque e nós vamos estudar e dialogar, acerca dessas duas possibilidades.

AC: E se e a prefeitura não tiver recursos, não tiver capacidade financeira para fazer tudo isso que o senhor deseja fazer no parque? Por que a prefeitura não estuda também a possibilidade de entregar a iniciativa privada a esse parque?

Pablo: Quem tem a possibilidade de conversar comigo referente a gestão sabe que eu sou um defensor das parcerias públicos privadas. Acho que não dá mais para acharmos que o governo pode fazer tudo, e muitas vezes, quando nos metemos a fazer tudo, acaba que não damos conta, não tem musculatura financeira, outros problemas da burocracia que é necessária para gerir a máquina, e as coisas acabam emperrando. Não conversei com o prefeito sobre isso, mas já comecei também a pesquisar essa possibilidade e vou reunir algumas informações até a próxima semana e fazer uma apresentação para que o prefeito possa analisar. Conversei com um presidente de uma grande associação e ele fala que é completamente possível fazer isso, porque muitos empresários tem interesse e dão um retorno financeiro bom ao parque. Atualmente, a prefeitura tem a visão de transformar o lazer, o entretenimento para a população, mas quando o empresário chega, ele pensa também em ter retorno e ele faz o investimento e dá uma rotatividade completamente diferente, uma dinâmica diferente do que aquilo que o governo faz. Estamos buscando informações, estudos, não é uma decisão simples de fazer, precisa fazer um amplo debate com a comunidade com a Câmara de Vereadores, com o governo, fazer pesquisa, estudos e se for uma transição que possa dar garantias e retorno ao município, é uma iniciativa que a cidade só tem a ganhar com isso.

 


 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Cardiologista alerta para prejuízos causados pelo 'efeito sanfona' à saúde do coração e orienta mudança de mente para uma vida saudável
Entrevista

Cardiologista alerta para prejuízos causados pelo 'efeito sanfona' à saúde do coração e orienta mudança de mente para uma vida saudável

Esse comportamento pode trazer riscos à saúde do coração e desencadear outras doenças no organismo.

Mastologista reforça importância da mamografia no rastreamento do câncer de mama
Câncer de Mama

Mastologista reforça importância da mamografia no rastreamento do câncer de mama

O exame é fundamental na prevenção ao câncer de mama e novos equipamentos já facilitam a realização del...

Sem previsão para retorno das aulas, Secretaria de Educação estuda protocolos e compatibilização de calendários letivos
Educação

Sem previsão para retorno das aulas, Secretaria de Educação estuda protocolos e compatibilização de calendários letivos

Serão necessários no mínimo dois anos, e muitas aulas aos sábados e até feriados ou aulas em mais de um t...

Vídeo

Moradores da Rua Tupinambá reclamam de buraqueira e falta de drenagem Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta sexta-feira 24.09:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram