Acorda Cidade - Dilton Coutinho

26 de Janeiro de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Polícia

Todas as notícias
Publicado em 04/12/2020 09h58.

Juazeiro: em inspeção de delegacia, Defensoria constata condições insalubres para adolescentes e pede providências da SSP

Defensoria Pública constatou diversas violações aos Direitos das Crianças e dos Adolescentes
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Juazeiro: em inspeção de delegacia, Defensoria constata condições insalubres para adolescentes e pede providências da SSP
Foto: Defensoria Pública

Acorda Cidade

A Defensoria Pública do Estado da Bahia – DPE/BA e o Ministério Público – MP/BA solicitaram providências da Secretaria Estadual de Segurança Pública para que enfrente e solucione a situação insalubre e sem higiene com que adolescentes em conflito com a lei estão mantidos em carceragem da Delegacia de Polícia de Juazeiro.

Após inspeção no local, a Defensoria Pública constatou, entre outras violações, que os jovens apreendidos não estão sendo alimentados, nem têm acesso à água para hidratação ou asseio íntimo, também não possuem colchão para dormir, nem encontram espaço para receber visita de familiares.

Além disso, as celas estão sujas com lixo acumulado e não há qualquer observação às determinações sanitárias de prevenção à Covid-19 sendo que sequer máscaras são fornecidas para reduzir o risco de transmissão do vírus.

“Encontramos uma situação de inegável infração dos Direitos da Criança e do Adolescente. No espaço, há ausência das mínimas condições para restrição da liberdade de qualquer pessoa. Não há condições de higiene, ou mesmo água potável. É um cenário que obriga a atuação dos órgãos de proteção da Infância e da Juventude, como é o caso da Defensoria”, comentou o defensor público e coordenador da 5a Regional da DPE/BA com sede em Juazeiro, André Lima Cerqueira.

No ofício encaminhado pela DPE/BA e o MP/BA que vai assinado por Cerqueira e também pela promotora de Justiça Renata Mamede Carneiro, as Instituições fazem destacar que não é suficiente o oferecimento de local isolado para estes custodiados [separados dos infratores com maior idade] e que garantias previstas em normas internacionais, na Constituição Federal e no Estatuto da Criança e do Adolescente estão sendo severamente desrespeitadas com manifesta violação da dignidade da pessoa humana.

O texto destaca ademais que o contexto encontrado, de exposição dos adolescentes à violência moral e psíquica, “descaracteriza completamente o caráter socioeducativo destinado ao adolescente infrator, sendo este imprescindível para o início de um caminho de efetiva recuperação e reinserção na sociedade”.

Como medidas para sanar a questão, a Defensoria e o Ministério Público requerem que seja realizada uma inspeção estadual pela Secretaria nas delegacias de polícia e que sejam disponibilizados recursos para reestruturação das carceragens e enquanto não finalizado o prazo para a extinção das mesmas, em 2022, sejam oferecidos espaços não apenas separados e exclusivos para os jovens, como também que estes atendam os padrões sanitários e de higiene de acordo com o que está previsto em lei. Por fim, encaminhado no dia 26 de novembro, o documento solicita uma resposta quanto ao exposto no prazo de 15 dias.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Após grande apreensão, delegado diz que há muitas drogas escondidas para comercialização em Feira
Feira de Santana

Após grande apreensão, delegado diz que há muitas drogas escondidas para comercialização em Feira

Durante a apreensão do material ninguém foi preso em flagrante, mas as investigações continuam sendo feita...

Homem é preso após atirar na cabeça da companheira e tratar ferimento com folhas
Polícia

Homem é preso após atirar na cabeça da companheira e tratar ferimento com folhas

Crime aconteceu na frente da filha do casal, de cinco anos, na cidade de Santo Antônio de Jesus, no recôncav...

Polícia regista homicídio no bairro Santo Antônio dos Prazeres
Polícia

Polícia regista homicídio no bairro Santo Antônio dos Prazeres

Os tiros atingiram a cabeça, face e perna.

Vídeo

Rodoviários não aceitam proposta das empresas de ônibus e paralisam as atividades nesta terça-feira (26) Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta terça-feira 26.01:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram