Acorda Cidade - Dilton Coutinho

07 de Julho de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Polícia

Todas as notícias
Publicado em 30/06/2020 20h18.

Polícia Civil elucida homicídio no Papagaio em menos de 24 horas

Anderson Silva foi morto após uma discussão.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Polícia Civil elucida homicídio no Papagaio em menos de 24 horas
Arquivo pessoal | Anderson Silva

Acorda Cidade

Policiais da Delegacia de Homicídios elucidaram em menos de 24 horas o assassinato de Anderson Silva dos Santos, de 32 anos. Ele foi atingido por um tiro no abdômen na noite de segunda-feira (29) no bairro Papagaio em Feira de Santana, após uma discussão. A vítima ainda foi socorrida para o Hospital Geral Clériston Andrade, mas não resistiu.

Segundo o delegado Felipe Ghiraldelli, logo após o crime a equipe iniciou a investigação e ouviu testemunhas, além da pessoa que estava com a vítima. Na manhã desta terça-feira (30) o suspeito foi preso em flagrante, mas ele nega o crime.

“Imediatamente a equipe conseguiu levantar diversas informações e o que eventualmente teria sido o motivo do crime. Os policiais civis procuraram informações da autoria nas redes sociais e também em contato com outros policiais que estiveram em campo e, através de um criterioso trabalho de inteligência aqui da Delegacia de Homicídios de Feira de Santana, foi possível elucidar o crime. Descobrimos quem era a pessoa que encontrava-se com ele e outras testemunhas e, em tese, uma das pessoas que encontrava-se com o autor, levou Anderson até o local, e essa pessoa iria na verdade fazer um pagamento para a vítima a respeito de um aparelho celular, entretanto, ocorreu uma discussão no local, e o autor que estava junto com essa outra pessoa, tirou a arma de fogo e desferiu o tiro na vítima. Havia testemunhas no local e havia algumas imagens, estas testemunhas vieram até a delegacia, fizeram o devido reconhecimento do autor e os policiais continuaram em campo buscando quem seria o indivíduo e conseguiram o êxito na manhã da data presente em localizá-lo”, relatou o delegado ao Acorda Cidade.

O delegado informou que apesar da identificação do autor, a investigação continua para saber a real motivação do crime.

“Na verdade, a pessoa que foi fazer o pagamento do aparelho celular já estava tentando negociar os valores que seriam pagos. O crime pode ter acontecido de ímpeto na hora, pois o autor dos disparos se desentendeu com a vítima no momento do crime. Existe a possibilidade de ter acontecido de forma imediata, e de não ter sido premeditada, entretanto, nós estamos ainda analisando as possibilidades e vamos realizar outras diligências para complementar essa informação”, disse.

A polícia também está investigando o envolvimento da ex-namorada de Anderson. Segundo o delegado, ela estava com a vítima no momento do crime, e teria sido a pessoa que comprou o celular.

“Nós estamos apurando ainda para saber qual o envolvimento dela com esta situação que acabou acarretando em um homicídio. Ainda não temos definida a situação dela específica sobre o fato, mas ela tem a ciência e inclusive estava no local do crime. Existe um grau de parentesco entre ela e o autor e também estamos apurando se havia algum outro envolvimento entre essa pessoa e Anderson e se haveria outro motivo”, disse.

O autor foi conduzido para a Delegacia de homicídio, Complexo de Delegacias no bairro Sobradinho. Anderson morava na Rua Curitiba, no bairro Parque Ipê.

Com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Moradores da Portelinha recebem cestas básicas através da PM e um grupo de voluntários
Polícia

Moradores da Portelinha recebem cestas básicas através da PM e um grupo de voluntários

Houve entrega de 38 cestas básicas e um momento de descontração entre os policiais militares e as crianças...

Mulher é presa e drogas avaliadas em R$ 100 mil são apreendidas pela Polícia Civil
Feira de Santana

Mulher é presa e drogas avaliadas em R$ 100 mil são apreendidas pela Polícia Civil

Segundo o delegado, a mulher não quis declarar nada na delegacia e disse que só vai falar em juízo, porém ...

66ª CIPM prende homens após divulgação de vídeo de armas no WhatsApp
Feira de Santana

66ª CIPM prende homens após divulgação de vídeo de armas no WhatsApp

A prisão aconteceu no bairro Sobradinho

Vídeo

Paciente do município de Ruy Barbosa recebe homenagem em Centro de Hemodiálise após vencer Covid-19 Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta terça-feira 07.07:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram