Acorda Cidade - Dilton Coutinho

06 de Dezembro de 2019
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Bahia

Todas as notícias
Publicado em 04/12/2019 15h12.

Inmetro não recomenda uso de mangueiras transparentes em bombas de combustíveis

Em resposta à solicitação do sindicato, o Inmetro emitiu documento informando que 'não recomenda o uso de mangueiras transparentes, em bombas de combustíveis líquidos, como forma de coibir fraudes no volume abastecido'.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Inmetro não recomenda uso de mangueiras transparentes em bombas de combustíveis
Foto: Reprodução

Acorda Cidade

O Sindicombustíveis Bahia solicitou do Inmetro e Ibametro, em outubro, informações comprovando a aplicabilidade das exigências do Projeto de Lei de Feira de Santana e da Lei nº 2342/2019 de Vitória da Conquista, que estabelecem a obrigatoriedade da utilização de mangueiras transparentes nas bombas medidoras de combustíveis nos postos destas cidades.

Em resposta à solicitação do sindicato, o Inmetro emitiu documento informando que “não recomenda o uso de mangueiras transparentes, em bombas de combustíveis líquidos, como forma de coibir fraudes no volume abastecido”.

Em um dos trechos do documento o Inmetro esclarece que “o eventual uso de mangueira transparente apenas poderia confirmar se está ocorrendo abastecimento ou não: fato que pode ser comprovado no display da bomba ou na percepção de vibração da mangueira devido ao fluxo de líquido em seu interior. A simples observação do combustível líquido na mangueira não é capaz de realizar a medição do volume abastecido ou evidenciar fraudes”. O instituto acrescenta ainda que “a coloração do combustível não é evidência suficiente para observação de possíveis adulterações na qualidade do combustível”.

"Com essa avaliação do Inmetro, solicitamos que sejam enviados esclarecimentos às casas legislativas de Feira de Santana e Vitória da Conquista a fim de que reavaliem a legalidade e aplicabilidade do uso de mangueiras transparentes nas bombas medidoras de combustíveis nos postos”, declara o presidente do Sindicombustíveis Bahia, Walter Tannus Freitas.

Atualmente, as mangueiras disponíveis no mercado já têm suas especificações de fabricação definidas pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), conforme a NBR nº 15.690, e são certificadas pelo Inmetro. Confeccionadas em borracha nitrílica (para evitar a formação de energia estática), com uma trama de aço de alta resistência para pressões de trabalho de 150psi, elas garantem a segurança do abastecimento de combustíveis.

Leia também:

Sindicombustíveis questiona projeto de lei sobre uso de mangueira transparente nas bombas em Feira

Aprovado PL que prevê mangueiras transparentes nos postos de combustíveis  

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Rui Costa passa mal e é atendido pelo Samu em Jequié
Bahia

Rui Costa passa mal e é atendido pelo Samu em Jequié

Rui Costa passa mal, tem queda de pressão e é atendido pelo Samu em Jequié

Bahia

Nota Premiada Bahia aumenta número de prêmios

Prêmio especial de R$ 1 milhão está mantido, em junho.

Nova política estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação é elaborada durante conferência em Salvador
Bahia

Nova política estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação é elaborada durante conferência em Salvador

A secretária estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, Adélia Pinheiro, destacou a participação de re...

Vídeo

Superintendente de Operação Norte da Embasa esclarece sobre falta de água em Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta sexta-feira 06.12:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram