Acorda Cidade - Dilton Coutinho

28 de Maio de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Dilton e Feito

Todas as notícias
Publicado em 08/11/2019 15h42.

Neto discorda de decisão do STF sobre prisão em 2º grau, mas defende que seja acatada

Nesta quinta-feira (7), os ministros da Corte proibiram a prisão em segunda instância.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Neto discorda de decisão do STF sobre prisão em 2º grau, mas defende que seja acatada
Foto: Divulgação / PMS

Presidente nacional do DEM, o prefeito de Salvador, ACM Neto, disse, nesta sexta-feira (8), que discorda da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), mas disse que tem que ser "respeitada". Nesta quinta-feira (7), os ministros da Corte proibiram a prisão em segunda instância. "Decisões do Supremo, do Poder Judiciário, têm que ser respeitada. Agora, eu, particularmente, defendo o cumprimento da pena após a condenação em segunda instância. Para mim, do ponto de vista do melhor para o país, seria que a decisão fosse tomada em outro sentido, mantendo e preservando a prisão após a segunda instância. Essa é minha posição. Agora, a decisão do Supremo tem que ser acatada", declarou o prefeito, em entrevista ao Bahia Notícias. Presidente do DEM na Bahia, o deputado federal Paulo Azi também discordou da Suprema Corte. O parlamentar defendeu que o Congresso volte a debater o tema. "É muito ruim para o ordenamento jurídico ver nossa maior Corte mudar de entendimento três vezes sobre o mesmo tema num espaço de apenas dez anos. A decisão gera um clima de impunidade, de indignação na sociedade", afirmou. A decisão do STF pode beneficiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). As informações são do Bahia Notícias. 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Maia defende prorrogação do auxílio emergencial
Política

Maia defende prorrogação do auxílio emergencial

Caixa começou a pagar a segunda parcela do auxílio este mês.

Revogada portaria com punições a quem descumpria quarentena
Política

Revogada portaria com punições a quem descumpria quarentena

A revogação foi oficializada com a publicação da Portaria Interministerial nº 9, assinada pelos ministros...

Ex-assessor de Geddel é nomeado para chefiar gabinete no Iphan
Política

Ex-assessor de Geddel é nomeado para chefiar gabinete no Iphan

A informação consta na edição desta quinta-feira (28) do diário oficial da União.

Vídeo

Auxílio emergencial: filas tranquilas em agências da Caixa neste feriado antecipado de São João Veja mais Vídeos ›

Facebook

Instagram