Acorda Cidade - Dilton Coutinho

22 de Junho de 2021
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Coronavírus (COVID-19) - Feira de Santana

Dom Itamar Vian

Todas as notícias
Publicado em 12/08/2019 09h19.

Antes – Durante – Depois

No Brasil, são mais de 140 mil divórcios por ano.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra

Estamos na Semana da Família. Vinicius de Morais garantia que a vida é a arte dos encontros. A prática mostra que muitos desses encontros acabam em desencontros. Isso acontece, também, em casamentos. No Brasil, são mais de 140 mil divórcios por ano.

O CASAMENTO é o mais arrojado projeto humano e divino que duas pessoas podem assumir. Por isso, todos os cuidados devem ser assumidos para que o projeto dê certo. Esse projeto desenvolve-se em três tempos: antes, durante e depois. Por vezes são cometidos equívocos em relação ao antes e depois, não respeitando as etapas. Outro equívoco é apostar tudo no durante, que dura pouco mais de meio-dia.

O ANTES do casamento deve ter razoável duração. É o tempo de organizar o projeto a dois é tentar construir comunhão de vida. É tempo de deixar-se conhecer e conhecer o outro. É tempo de namoro e noivado. Não se trata apenas de sonhar, mas entram questões muito práticas: onde vamos morar? Qual será nosso orçamento? Quando e quantos filhos planejamos ter? É interessante também esboçar o tipo de relacionamento do casal com a família de cada um.

QUANDO o projeto está maduro, vem o segundo momento. É o durante. É a realização, tão sonhada, do casamento. É meio dia de sonhos e, em alguns casos, de representações e encenações. Cada pequeno detalhe é longamente preparado. Trata-se de dizer sim ao projeto sonhado. É um momento fugidio, passageiro, mas quase sempre, eternizado num vídeo ou em fotografias.

OS CONVIDADOS vão embora, a festa termina, as luzes se apagam e começa o terceiro tempo, que não deve terminar nunca. É o depois que deve transfigurar o cotidiano. É a hora de implementar as linhas mestras do projeto. É a hora de transformar o sonho em realidade. É a hora da rotina, que precisa ser transformada em eterna novidade.

O EVANGELHO lembra duas possibilidades: construir sobre a areia ou sobre a rocha (Mt 7,24). A areia lembra o comodismo, as aparências, o caminho fácil. Construir sobre a rocha implica em continuar conversando, um cuidando do outro. Implica na necessidade de perdoar e pedir perdão. Implica em parar e perguntar-se: como vamos educar nossos filhos? Quando isso acontece pode-se afirmar: casaram e foram felizes para sempre. É isso que Deus quer.

Dom Itamar Vian
Arcebispo Emérito
[email protected]

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Dom Itamar Vian

Gesto Solidário

Estamos na Semana Mundial do Doador de Sangue. Para salvar um ser humano, que necessita de sangue, é, absolut...

Dom Itamar Vian

Tempos de Esperança

"Reacender a chama da Esperança". Com esse objetivo, e tendo como tema, "Igreja da Esperança" está acontec...

Dom Itamar Vian

A casa da Vida

Os calendários assinalam para 05 de junho o Dia Mundial do Meio Ambiente e da Ecologia, ou a Casa de Todos, a...

Vídeo

Manifestantes realizam nova manifestação contra o governo Bolsonaro em Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Ouça Agora

Programa desta segunda-feira 21.06:
Mais áudios ›

Facebook

Instagram