Acorda Cidade - Dilton Coutinho

15 de Dezembro de 2019
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Dilton e Feito

Todas as notícias
Publicado em 11/08/2019 16h09.

É fake news áudio sobre fechamento de indústrias

Além disso, não é real que o Governo do Estado “aumentou os impostos” e, com isso, teria motivado o “fechamento das fábricas”.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
É fake news áudio sobre fechamento de indústrias
Foto: Reprodução

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado da Bahia (SDE) esclarece que o áudio que circula na internet, nos grupos de Whatsapp, sobre suposto “fechamento das fábricas da Ford, Boticário, Nestlé e Avon na Bahia” não passa de notícia falsa. Primeiro ponto, o teor alarmista do conteúdo do áudio é típico das chamadas fake news. Analisando apenas um dos itens já é possível apurar a falta de veracidade: somando o número de empregos gerados, as quatro empresas geram 11,9 mil empregos e não “42 mil” como diz a mensagem. Além disso, não é real que o Governo do Estado “aumentou os impostos” e, com isso, teria motivado o “fechamento das fábricas”. Na verdade, o governo possui uma política de incentivo fiscal que pode chegar até a 100% de isenção, a depender do ramo de produção. Além disso, a Bahia está entre os três estados que ganharam ritmo de produção no acumulado do segundo trimestre de 2019, tendo uma variação positiva de 4%, passando de -3,4%, nos três meses anteriores, para 0,6%, enquanto o país apresentou queda de 1,0% (dados recentes do IBGE). Este resultado mostra o empenho do governo baiano em atrair novos investimentos e incentivar a ampliação daqueles que já estão operando. Apesar do contexto de contínua queda na produção industrial nacional, a Bahia segue crescendo economicamente e deverá ter a instalação de 224 novos empreendimentos, com aporte financeiro de R$ 13,5 bilhões e a previsão de gerar 20,6 mil empregos diretos, até dezembro de 2021. A perspectiva de recuperação é demonstrada ainda nos números positivos do primeiro semestre deste ano: Os 31 empreendimentos implantados foram responsáveis pelo investimento de R$ 2,5 bilhões e a geração de 5,4 mil empregos diretos. Destas novas fábricas, 80% estão nas cidades do interior do estado. A estratégia, bem sucedida, de atração de investimentos do governo baiano é comprovada nos 54 protocolos de intenções assinados no início desse ano, com previsão de R$ 3,6 bilhões em investimentos e possibilidade de mais gerar 4,8 mil empregos diretos. Os dados são fruto de acompanhamento da SDE junto às empresas incentivadas pelo Estado.


 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

PT precisa fazer 'ajuste fino' de posições econômicas, diz Rui Costa
Política

PT precisa fazer 'ajuste fino' de posições econômicas, diz Rui Costa

Governador elogiou novamente parcerias público-privadas e defendeu novo marco legal do saneamento básico

Datafolha: maioria dos eleitores de Bolsonaro aprova sua saída do PSL
Política

Datafolha: maioria dos eleitores de Bolsonaro aprova sua saída do PSL

De acordo com a pesquisa, 57% dos entrevistados que declararam voto no presidente aprovam sua iniciativa de cr...

Bolsonaro vai passar o réveillon em Salvador
Política

Bolsonaro vai passar o réveillon em Salvador

O presidente vai passar o réveillon ao lado da família, na Praia de Inema, localizada na Base Naval de Aratu...

Vídeo

Aluno da UFRB é acusado de racismo por recusar documento de docente negra Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta sexta-feira 13.12:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram