Acorda Cidade - Dilton Coutinho

15 de Dezembro de 2019
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Bahia

Todas as notícias
Publicado em 17/07/2019 16h20.

Cerca de 1.500 casas estão sem água em cidade da Bahia onde barragem rompeu

Situação já dura três dias em Pedro Alexandre. Técnicos da Embasa trabalham para solucionar problema. Acidente completa uma semana na quinta-feira (18).
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Cerca de 1.500 casas estão sem água em cidade da Bahia onde barragem rompeu
Foto: João Pedro de Carvalho Teodoro/Arquivo pessoal

Acorda Cidade

Cerca de 1.500 casas estão sem abastecimento de água na cidade de Pedro Alexandre, no nordeste da Bahia, há três dias, por causa da enxurrada provocada pelo rompimento da barragem do Quati, que fica no município.

Algumas casas têm reservatórios de água, mas a maioria dos moradores da cidade enfrenta dificuldades para tomar banho, lavar roupa, fazer comida.

Conforme a Empresa Baiana de Águas e Saneamento S.A (Embasa), o problema foi provocado pela enxurrada, que levou boa parte de um trecho da adutora que fornecia água para a região.

De acordo com informações da Embasa, técnicos da empresa trabalham desde o dia do rompimento para solucionar o problema. A expectativa é de que o sistema volte ao normal ainda nesta quarta-feira (17), mas o restabelecimento completo do fornecimento de água é gradativo e deve ocorrer até quinta-feira (18).

Conforme a Superintendência de Defesa Civil da Bahia (Sudec), o número de desabrigados (80) e desalojados (760), em Pedro Alexandre, permanece o mesmo desde a segunda-feira.

Já em Coronel João Sá, cidade vizinha e que foi a mais atingida pela enxurrada provocada pelo rompimento da barragem, o levantamento desta quarta aponta que o número de desabrigados subiu de 310 para 390 e o de desalojados reduziu de 2.090 para 2.010.

No domingo, após sobrevoar a cidade, o governador da Bahia, Rui Costa, anunciou que as casas que foram construídas próximas ao Rio do Peixe, na região afetada, serão demolidas.

O Governo Federal reconheceu a situação de emergência e calamidade pública das cidades de Coronel João Sá e Pedro Alexandre na última sexta-feira.

Fonte: G1

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Bahia

Queda de torre de tensão deixa 2 mortos e 4 feridos em Camaçari, região metropolitana de Salvador

Caso aconteceu na tarde deste domingo (15), na BA-093. Vítimas feridas estão em estado grave e foram levadas...

Lancha pega fogo e afunda na Ilha de Itaparica
Bahia

Lancha pega fogo e afunda na Ilha de Itaparica

Incêndio em embarcação ocorreu na manhã deste domingo (15). Quatro ocupantes da lancha foram resgatados se...

Bahia

Embratur é transformada em Agência de Promoção Internacional do Turismo

Com a nova denominação, a antiga autarquia terá mais recursos para divulgar os destinos brasileiros no exte...

Vídeo

Aluno da UFRB é acusado de racismo por recusar documento de docente negra Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta sexta-feira 13.12:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram