Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • SECOM
21 de Setembro de 2019
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Dilton e Feito

Todas as notícias
Publicado em 12/06/2019 15h21.

CCJ do Senado decide sustar decreto que flexibiliza porte de armas

Com a decisão da CCJ hoje, a palavra final sobre o assunto será dada pelo plenário da Casa.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
CCJ do Senado decide sustar decreto que flexibiliza porte de armas
Foto: Pedro França/Agência Senado

Depois de uma discussão acalorada nesta quarta-feira (12), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado decidiu rejeitar, por 15 votos a nove, o relatório do senador Marcos do Val (Cidadania-ES) que derrubava sete Projetos de Decreto Legislativo que pretendem sustar os efeitos do Decreto 9.797/2019, editado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) que flexibiliza o acesso da população à armas. Com a decisão da CCJ hoje, a palavra final sobre o assunto será dada pelo plenário da Casa, para onde a matéria segue com pedido de urgência na tramitação. Nesse caso, o resultado da comissão serve apenas para instruir a discussão com os 81 senadores. Durante a discussão na CCJ, quatro votos em separado que, na prática, são alternativas ao relatório principal foram apresentados, desses três – apresentados pelos senadores Raldolfe Rodrigues contrários à medida tomada por Bolsonaro e um, apresentado pelo senador Marcos Rogério (DEM-RO), a favor do decreto presidencial. leia mais na Agência Brasil

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Com pente-fino em contratos, governo espera poupar 30% na área de TI
Dilton e Feito

Com pente-fino em contratos, governo espera poupar 30% na área de TI

A ideia é uniformizar preços, promover renegociações e pressionar as gigantes do setor por descontos, de m...

Bolsonaro tem até 4 de outubro para vetar ou sancionar lei eleitoral
Dilton e Feito

Bolsonaro tem até 4 de outubro para vetar ou sancionar lei eleitoral

Se a lei for sancionada, valerá para as eleições municipais de 2020

Possível privatização da Eletrobras é um crime de lesa-pátria, diz Jean Paul
Dilton e Feito

Possível privatização da Eletrobras é um crime de lesa-pátria, diz Jean Paul

Jean Paul ressaltou a importância da empresa e disse que ela é a grande holding brasileira do sistema elétr...

Vídeo

Senado Aprova (16/9 a 20/9) — O mais importante que o Senado aprovou na semana Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta Sexta-Feira 20.09 (Parte 01):
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram