Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • GOVERNO 2
  • governo 1
24 de Junho de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Política

Todas as notícias
Publicado em 11/06/2019 11h47.

Pablo nega pretensões políticas na Secretaria de Desenvolvimento Social

Em entrevista ao Acorda Cidade nesta terça-feira (11), ele afirmou que um dos pontos que admira no prefeito Colbert Martins é o foco em gestão.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Pablo nega pretensões políticas na Secretaria de Desenvolvimento Social
Foto: Paulo José / Acorda Cidade l Pablo Roberto

Orisa Gomes

Atualizada às 7h15 em 12.06.2019

Nomeado para a Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedeso), o vereador licenciado Pablo Roberto quer afastar a idéia de que a pasta é um “trampolim político”. Em entrevista ao Acorda Cidade nesta terça-feira (11), ele afirmou que um dos pontos que admira no prefeito Colbert Martins é o foco em gestão, disse que fará o mesmo a frente da Sedeso, mas não descartou a possibilidade de candidatura em 2020, caso as eleições sejam unificadas.

“As vezes fico reflexivo quando falam assim da Secretaria de Desenvolvimento Social. Dá um entendimento de que é sempre um 'trampolim político', que as pessoas vão para a Sedeso com o objetivo de se projetar para um pleito futuro. Uma coisa que acho muito interessante, que tem me chamado muito a atenção no prefeito Colbert é que ele está focado com a gestão, a administração pública e tem dito a algumas pessoas que estão querendo antecipar o processo eleitoral, que as eleições de 2020 vamos discutir, mas estamos fazendo agora é gestão. Essa é uma determinação do prefeito e quem me conhece sabe que eu cumpro a risca determinação dos meus superiores. Vamos para a secretaria para fazer gestão”, frisou.

Com a insistência do repórter sobre a possibilidade de se candidatar nas próximas eleições, Pablo garantiu que não será candidato a vereador nem a prefeito, mas pode disputar outro cargo. "Se unificar as eleições como estão dizendo, posso ser candidato a governador, a presidente, deputado estadual, federal”.

Função dupla

Escolhido para substituir  Ildes Ferreira na Sedeso, que morreu recentemente, Pablo também vai continuar como secretário interino de Prevenção a Violência e Promoção dos Direitos Humanos (Seprev) até que o prefeito Colbert defina um novo nome para a pasta. 

Sobre a função temporariamente dupla, Pablo acredita que não haverá dificuldades, porque há algumas semelhanças entre as secretarias, a exemplo das questões relacionadas aos direitos humanos, e ressalta que precisa concluir alguns trabalhos em andamento na Seprev, para que o novo secretário encontre a “casa arrumada”.

Experiências a favor do novo desafio

Assistente social de formação, Pablo atuou como conselheiro tutelar, conselheiro da criança e do adolescente e trabalhou no juizado da infância. Ele acredita que essas experiências vão contar a favor do novo desafio a frente da Sedeso e informa que junto com a equipe quer elaborar um planejamento estratégico para a secretaria até dezembro.  

Leia também: 

Pablo Roberto deixa Prevenção a Violência e assume Desenvolvimento Social

Sedeso: Não ser candidato a vereador foi condição para escolha de Pablo

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Política

Governo deve apresentar mudanças na reforma da Previdência

Alterações visam atender policiais federais e o BPC

Segunda Turma do STF adia julgamento de habeas corpus de Lula
Política

Segunda Turma do STF adia julgamento de habeas corpus de Lula

Com o adiamento, o processo só deverá voltar à pauta do colegiado em agosto, quando o tribunal voltar ao tr...

PGR se manifesta no STF contra pedido de Lula para anular ação penal
Política

PGR se manifesta no STF contra pedido de Lula para anular ação penal

Raquel Dodge diz que não existe embasamento para suspeição de Moro

Vídeo

Senado Aprova (10 a 14 de junho) — O mais importante que o Senado aprovou nesta semana Veja mais Vídeos ›

Podcast

Movimento do comércio no feriado de Corpus Christi agrada lojistas e consumidores
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram