Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • SECOM G NEWS
  • SECOM G NEWS
24 de Maio de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 17/05/2019 15h25.

Ministro diz que baixa adesão a vacinação pode comprometer hospitais

De acordo com o ministro, a gripe pode agravar outras doenças e levar a um grande número de internações.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Ministro diz que baixa adesão a vacinação pode comprometer hospitais
Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

Acorda Cidade

Agência Brasil - O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que a baixa adesão à campanha nacional contra a gripe, que até agora imunizou 56% do público-alvo, pode comprometer o sistema de hospitais públicos em alguns meses. De acordo com o ministro, a gripe pode agravar outras doenças e levar a um grande número de internações.

Segundo Mandetta, um dos casos mais preocupantes é do Rio de Janeiro, que tem o menor índice de vacinação do país (38,2% de adesão). “Nós temos muita tuberculose no Rio de Janeiro, números altíssimos, e se você não vacina contra a gripe, essas pessoas são imunossuprimidas e é muito provável que a gente tenha em junho, julho e agosto quadros de pneumonia em cima de quadros de tuberculose. Vai haver uma pressão por leitos de UTI e não vai ter”, disse.

De acordo com Mandetta, o Ministério da Saúde traçou sua estratégia e identificou os estados com mais fragilidade para se fazer a campanha. O próprio Rio de Janeiro foi escolhido como local de lançamento da campanha.

“A gente tem chamado a atenção, pedido [para que as pessoas se vacinem], mas isso é a estratégia de cada cidade, de cada comunidade. As comunidades precisam se organizar. O que o governo federal faz é levar a mensagem. Agora o que precisa é as pessoas terem atitude e procurarem [os postos de vacinação] porque é um ato voluntário”, disse.

A campanha nacional de vacinação contra a gripe vai até o dia 31 de maio. O público-alvo da campanha inclui 59,5 milhões de pessoas, entre elas crianças até cinco anos e gestantes.
 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Como a poluição do ar pode prejudicar a saúde do seu intestino
Saúde

Como a poluição do ar pode prejudicar a saúde do seu intestino

Pesquisadores identificaram poluentes como causas de Doenças Inflamatórias do Intestino (DII) na Europa e no...

II Feira de Saúde e Cidadania oferece serviços gratuitos em Feira de Santana
Saúde

II Feira de Saúde e Cidadania oferece serviços gratuitos em Feira de Santana

Ação será realizada pela Faculdade Pitágoras no próximo dia 27, das 9h às 16h, no estacionamento da Pref...

UFRJ detecta vírus Mayaro no estado do Rio de Janeiro
Brasil

UFRJ detecta vírus Mayaro no estado do Rio de Janeiro

Vírus comum na região Norte provoca febre e dores nas articulações, provocando confusão na tentativa de d...

Vídeo

Homenagem ao Secretário Ildes Ferreira Veja mais Vídeos ›

Podcast

Com menos dias de festa, prefeitura de Feira anuncia atrações dos festejos juninos
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram