Acorda Cidade - Dilton Coutinho

28 de Janeiro de 2020
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Educação

Todas as notícias
Publicado em 14/05/2019 21h22.

Falta de água e problemas em equipamentos prejudicam funcionamento de pré-escola municipal

Para chamar atenção da direção da pré-escola, um grupo de mães fez uma manifestação nesta terça-feira (14) em frente a instituição de ensino.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Falta de água e problemas em equipamentos prejudicam funcionamento de pré-escola municipal
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

Ney Silva

As atividades na Pré-escola Municipal Janete Gomes Medeiros, no conjunto José Ronaldo, em Feira de Santana, vem sendo prejudicadas por problemas no abastecimento de água, falta de computadores e de uma máquina de xérox, além de material básico de limpeza.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

Para chamar atenção da direção da pré-escola, um grupo de mães fez uma manifestação nesta terça-feira (14) em frente a instituição de ensino.

A dona de casa Danielly Santana, mãe de uma aluna, disse que a situação está muito complicada. "Estão fazendo até rifa pra comprar material de limpeza. As mães já se ofereceram para ajudar, mas a diretora disse que não podemos ajudar porque a Prefeitura é quem deve resolver essa situação", afirmou.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade


Sobre a falta de agua, Danielly informou que o problema existe desde o ano passado. "A informação é que a água não tem força para subir para o tanque. Disseram que iriam fazer um tanque no chão e até hoje nada", recordou.

A diretora da pré-escola, Cyntia Almeida, confirmou que a falta de água na escola tem sido um grande problema que afeta não só a instituição, mas também o bairro. "Essa falta de água é um problema do bairro onde a pré-escola está inserida. Estamos num lugar onde realmente a carência de água é grande, e por ser uma escola de médio porte, precisamos de muita agua”, disse.

Cyntia Almeida informou que para evitar que a escola venha ser fechada as aulas estão sendo encerradas as 10h.

Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

Procurada pelo Acorda Cidade para falar sobre a situação, a secretaria de Educação Jayana Ribeiro informou que já tem conhecimento do problema. Ela também citou um outro problema da escola que é a falta de um telefone.

"O telefone das escolas municipais são corporativos. A prefeitura encerrou o contrato com uma operadora e está fazendo um levantamento para fazer a troca dos aparelhos e do chip de forma gradativa. Sobre o abastecimento de agua, vamos mandar instalar um poço para armazenar agua”, destacou.

Com relação a falta de computadores, ela informou que está sendo feita uma licitação grande para adquirir novos computadores e que em breve a situação vai ser resolvida.
 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Educação

Programa Universidade Aberta à Maturidade da UFRB oferece 97 vagas em 2020.1

Havendo mais candidatos que vagas, serão selecionados os candidatos a partir do critério maior idade.

Educadora brasileira mantém projeto infantil de incentivo à leitura; confira
Educação

Educadora brasileira mantém projeto infantil de incentivo à leitura; confira

O Brasil ainda possui 11,3 milhões de analfabetos.

Educação

Brasil e Reino Unido discutem parceria no ensino superior

Seminário UK-BR é iniciativa do programa Universidades para o Mundo

Vídeo

Policiais civis e penais paralisam atividades e fazem manifestação em Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Podcast

Quadro Cá Entre Nós - 25.01 (Você está satisfeito com seu corpo?)
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram