Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • Gov BA modelo de gestão
  • Gov BA modelo de gestão
20 de Agosto de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Variedades

Todas as notícias
Publicado em 13/04/2019 18h56.

A afetuosa mania de beijar: psicóloga destaca as vivências e historicidades que um beijo comporta

As funções do beijo são variadas: elas podem transmitir um carinho, ser apenas um cumprimento ou até ter funções sociais.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
A afetuosa mania de beijar: psicóloga destaca as vivências e historicidades que um beijo comporta
Foto: Divulgação

Acorda Cidade

Pode ser entre amigos, namorados ou familiares. Ele talvez seja um rápido selinho ou bem duradouro. A certeza é que, como dizem Sandy & Júnior, “um beijo é muito bom, mais que mil é mais que bom”. Celebrado neste sábado (13), o dia do beijo remonta sensações, emoções e reações entre os indivíduos envolvidos.

As funções do beijo são variadas: elas podem transmitir um carinho, ser apenas um cumprimento ou até ter funções sociais. Para os gregos, por exemplo, o beijo tinha o intuito de selar um acordo e servia também para demonstrar respeito. Entretanto, o mais resumido propósito do beijo é de demonstrar afeto. De acordo com a psicóloga do Hapvida Saúde, Érica Ferreira, o beijo se torna palavras não ditas. Iniciado desde a infância, aprendemos a beijar desde pequenos com o toque do outro.

Sensações

Há várias reações no corpo quando o beijo acontece. Segundo a especialista, o que você está sentindo naquele momento será refletido no ato de beijar. “Milhares de mensagens neurais provocam reações positivas ou negativas diante dos beijos que são recebidos/dados. Em se tratando das positivas, são despertadas lembranças afetuosas, de carinho e amor. Já as negativas, é quando o beijo acontece apenas por obrigação ou educação”, elucida. Em linhas gerais, o despertar de sentimentos e histórias a partir do beijo traz uma sensação de bem-estar relacionada a esta troca de sabores e lembranças do momento.

Cuidados

Mas, como nem tudo são flores, o cuidado também deve existir entre os beijoqueiros, já que algumas doenças podem ser transmitidas através do ato de beijar. Em sua maioria, podem ocorrer infecções por vírus, bactérias e fungos que são passadas pela saliva. Entre elas, podemos destacar a gripe, herpes e caxumba. Mas, calma. O beijo não precisa ser proibido por causa disso. A indicação é que ele seja evitado com pessoas desconhecidas ou sem relação de confiança. No mais, pode beijar sem moderação!

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

No Dia Mundial da Fotografia, confira um ensaio sobre o cotidiano das mulheres quilombolas
Variedades

No Dia Mundial da Fotografia, confira um ensaio sobre o cotidiano das mulheres quilombolas

O fotógrafo Gilucci Augusto conta como foi a experiência desses registros

Comprou fruta verde? Aprenda como amadurecê-la mais rápido
Variedades

Comprou fruta verde? Aprenda como amadurecê-la mais rápido

Marca Estrela dá dicas de como estimular o amadurecimento das frutas que tem em casa e aproveitar ao máximo ...

Após 120 cirurgias, jovem com doença de pele rara realiza sonho de se casar
Brasil

Após 120 cirurgias, jovem com doença de pele rara realiza sonho de se casar

Primeira-dama Michelle Bolsonaro parabenizou Karine nas redes sociais

Vídeo

Vídeo mostra suspeito de crime no bairro Tomba; polícia pede ajuda da população para localizá-lo Veja mais Vídeos ›

Podcast

Mudanças devido a interdição de prédio deixam o trânsito congestionado no centro de Feira de Santana
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram