Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • Educa Mais Brasil
  • Educa Mais Brasil
21 de Fevereiro de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Dom Itamar Vian

Todas as notícias
Publicado em 15/01/2019 07h31.

Medo de férias

O motivo está ligado a uma pressão silenciosa da sociedade sobre o trabalhador. É o medo de férias.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra

No mundo globalizado, de responsabilidades em excesso, alta competitividade e falta de emprego, tirar férias está ficando cada vez mais difícil. O motivo está ligado a uma pressão silenciosa da sociedade sobre o trabalhador. É o medo de férias. É a fobia de férias.

A SITUAÇÃO é drástica. Enquanto a tendência de medo de férias se confirma pelo mundo afora, estudos mostram, cada vez mais, a importância do descanso e o perigo de enfrentar longas jornadas de trabalho sem uma pausa. Além de promoverem a saúde e o bem-estar geral do trabalhador, está provado, que as férias, fornecem condições para que o profissional produza mais na volta ao trabalho.

OUTRO PONTO positivo é que, descansada, a pessoa tem uma considerável melhora em seu relacionamento com a família e os amigos. As férias são de fundamental importância para o equilíbrio do organismo. E esse equilíbrio, além de prevenir doenças. O silêncio, seja interior ou exterior, é outro valor a ser cultivado nas férias. Pode nos ajudar no encontro conosco, com os outros, com a natureza e com Deus.

O IDEAL, é que a pessoa consiga dois períodos de folga durante o ano, preferencialmente um no primeiro semestre e outro no segundo, como são as férias escolares. Mas, não adiante a pessoa tirar uns dias de folga e se sentir como se estivesse cometendo uma infração e ter medo de perder o emprego.

OUTRO fator estressante é quando a pessoa não consegue desligar-se do mundo do trabalho e das preocupações. E, atualmente, a terrível maquininha do celular alcança pessoas em qualquer lugar. E quem tem coragem de desligá-lo? Quem viveu décadas sem ele, já não consegue passar as férias sem que a cada momento ele soe rompendo o silêncio e a tranqüilidade.

AS PESSOAS devem, também, adotar práticas mais saudáveis em sua rotina, principalmente, em termos de alimentação e de esportes. É importante ter um hobby, fazer algo realmente prazeroso. É necessário ter uma visão mais ampla da existência humana, que não pode ser vista como um mero tempo para o trabalho e a produtividade. A família, os amigos, a Igreja, a natureza, o lazer, o esporte... São valores indispensáveis ao ser humano. Por isso, merecem o nosso tempo.

Dom Itamar Vian

Arcebispo Emérito
[email protected]

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Artigo

Causas da depressão

Afinal, em nossos tempos, é significativo o número de pessoas que vivem deprimidas. Para os laboratórios e ...

Artigo

Volta às aulas

E a principal motivação vem da família e dos professores.

Artigo

Comércio aos domingos

Desde então, às primeiras comunidades cristãs, passaram a chamar esse dia, não simplesmente de “primeiro ...

Vídeo

Áudios revelam discussões entre Gustavo Bebianno e Jair Bolsonaro Veja mais Vídeos ›

Podcast

Temperatura em fevereiro deve continuar alta, afirma coordenadora da estação climatológica
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram