Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • governo 1
  • GOVERNO 2
25 de Junho de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 11/01/2019 14h33.

Obras do Hospital Geral Clériston Andrade 2 devem ser concluídas em um ano

Com a ampliação, Feira de Santana ganha um complexo hospitalar com capacidade para 400 leitos. O governador Rui Costa informou que a obra deve ficar pronta no prazo de um ano.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Obras do Hospital Geral Clériston Andrade 2 devem ser concluídas em um ano
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Andrea Trindade

O governador Rui Costa autorizou, na manhã desta sexta-feira (11), o início das obras para a construção de uma unidade anexa ao Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA). Com investimento de R$ 50 milhões, entre obras e equipamentos, o novo prédio, chamado Clériston Andrade 2, vai oferecer setor de bioimagem com ressonância magnética, dois tomógrafos, raio-X, ultrassom, doppler e ecocardiograma. Durante o evento, o governador entregou ainda 21 ambulâncias.

Durante entrevista, em Feira de Santana, transmitida de forma simultânea para diversas rádios da Bahia, o governador Rui Costa informou que a obra deve ficar pronta no prazo de um ano.

“Nessa nova unidade vamos colocar todas as áreas nobres do Hospital Clériston Andrade, ou seja, as áreas mais importantes, aquelas que dizem respeito às salas de cirurgias, às UTIs, às alas de diagnóstico de imagem e hemorragia digestiva. O objetivo é colocar no novo prédio todos os procedimentos mais sensíveis do hospital, ao mesmo tempo em que faremos uma ampla reforma em todas as outras unidades, iniciando pela área que ficou disponível quando nós fizemos a transferência da maternidade para o Hospital Estadual da Criança. Faremos um investimento e essa licitação deve ser feita no mês de fevereiro. Iniciaremos uma ampla reforma no HGCA 1 e vamos colocar outros procedimentos no hospital ampliando a oferta de leitos da unidade, de ortopedia para Feira e vamos também ampliar outros serviços. O Clériston passará por grandes intervenções seja no prédio novo, seja nas unidades antigas, que serão reformadas com a área administrativa relocada. Teremos na nova unidade dois tomógrafos e uma ressonância magnética, pois hoje o hospital usa o da policlínica”, declarou o governador.

Conforme informações do governo, o HGCA 2 terá mais de 5,7 mil metros quadrados de área construída, distribuídos em três pavimentos e contará com 40 leitos de terapia intensiva (UTI), centro cirúrgico com 11 salas, além de um Centro de Hemorragia Digestiva. No novo hospital, haverá um sistema digital de integração, fazendo com que a unidade funcione sem a necessidade de utilização de papel em prontuários, fichas e cadastros. As intervenções ainda contemplam mais de 17 mil metros quadrados de urbanização, paisagismo e praça de alimentação.

O governador disse também que, com a ampliação, o Hospital Clériston Andrade passa a ser um dos maiores hospitais do estado, ficando atrás apenas do Hospital Roberto Santos, em Salvador.

“Importante que logo no primeiro mês do novo mandato já estamos em Feira iniciando a obra, vamos voltar aqui em fevereiro ou março pra assinar uma nova ordem de serviço, que é da reforma das instalações existentes. Com um volume muito maior de procedimentos a serem realizados, procedimentos mais complexos e instalações mais adequadas para um perfeito funcionamento, o Clériston Andrade passa a ser o maior hospital no interior do estado, menor apenas que o Roberto Santos, em Salvador, portanto, atendendo com alta complexidade a todo o estado da Bahia e ao povo de Feira de Santana”, afirmou o governador.

O secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, também esteve em Feira de Santana hoje e informou que o Clériston Andrade 2 será um hospital sustentável. “A unidade contará com coleta de água da chuva, aquecimento solar para garantir água aquecida nos banheiros, e estamos trabalhando para viabilizar a utilização de gás natural em toda a infraestrutura de ar-condicionado, em substituição à energia elétrica”, disse.

Com a ampliação, Feira de Santana ganha um complexo hospitalar com capacidade para 400 leitos.  

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

É São João: veja como equilibrar a alimentação neste período de festas juninas
Saúde

É São João: veja como equilibrar a alimentação neste período de festas juninas

As comidas tradicionais da época, apesar de deliciosas, são altamente calóricas.

Saiba como a alimentação interfere na saúde bucal
Saúde

Saiba como a alimentação interfere na saúde bucal

Ortodontista explica como alimentos influenciam na saúde oral.

Exame não confirma dengue em menina de um ano e meio morta em Feira
Saúde

Exame não confirma dengue em menina de um ano e meio morta em Feira

A Secretaria Municipal de Saúde encaminhou a amostra de sangue da criança para o Lacen (Laboratório Central...

Vídeo

Senado Aprova (10 a 14 de junho) — O mais importante que o Senado aprovou nesta semana Veja mais Vídeos ›

Podcast

Movimento do comércio no feriado de Corpus Christi agrada lojistas e consumidores
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram