Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • Governo Sefaz
24 de Março de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 10/01/2019 16h49.

Reunião entre médicos anestesistas e Planserv termina sem acordo; atendimento segue paralisado em Salvador

Encontro foi realizado na tarde da terça-feira (8), na sede do Ministério Público. Nova reunião foi marcada para o dia 30 de janeiro.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Reunião entre médicos anestesistas e Planserv termina sem acordo; atendimento segue paralisado em Salvador
Foto: Henrique Mendes/G1

Acorda Cidade

Terminou sem acordo uma reunião realizada na terça-feira (8), em Salvador, entre representantes do Planserv e médicos anestesistas que trabalham com o plano de saúde. Com isso, o atendimento dos profissionais pelo plano segue suspenso na capital baiana.

A reunião foi realizada durante a tarde, na sede do Ministério Público da Bahia (MP-BA), no Centro Administrativo do estado (CAB). Sem o acordo, um novo encontro foi marcado para o dia 30 de janeiro.

A paralisação começou na segunda-feira (7) porque, segundo o Conselho Regional de Medicina da Bahia (Cremeb), os valores pagos pelo plano aos médicos não são reajustados desde 2015.

Segundo a Cooperativa dos Médicos Anestesiologistas (Coopanest-BA), esse reajuste foi solicitado pela classe há 3 anos, além de outras pendências contratuais, mas nenhum pedido foi atendido.

Segundo o vice-presidente do Cremeb, Júlio Braga, as cirurgias de emergência estão garantidas pelo plano, e a suspensão vale apenas para cirurgias eletivas agendadas a partir da última segunda-feira.

Por meio de nota divulgada no dia da suspensão dos atendimentos, o governo do estado, responsável pela administração do Planserv, informou que os serviços de anestesia podem ser prestados diretamente pelos hospitais, pois já estavam previstos desde quando a rede credenciada estabeleceu relação contratual com o plano.

A nota diz ainda que o Planserv está adotando todas as medidas necessárias para que as cirurgias continuem sendo realizadas sem qualquer tipo de prejuízo em toda a rede de prestadores.

Também em nota, a Associação dos Hospitais e Serviços de Saúde da Bahia (AHSEB) informou que a contratualização dos anestesistas ocorre entre o plano de saúde e a Cooperativa dos Médicos Anestesiologistas (Coopanest-BA).

A associação diz ainda que o serviço não é contratualizado por meio dos prestadores de serviços credenciados, pois, há cerca de 10 anos, o Planserv estabeleceu a contratualização do serviço de anestesia por meio da Coopanest –BA, o que tirou das instituições de saúde essa prerrogativa.

Fonte: G1

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Rede Mater Dei vai construir hospital em Salvador; serão 4,5 mil empregos
Saúde

Rede Mater Dei vai construir hospital em Salvador; serão 4,5 mil empregos

A estimativa é que a Sedur libere o alvará de início das obras em 90 dias e que o hospital comece a funcion...

Saúde

Tuberculose mata 4.500 pessoas todos os dias no mundo

De acordo com a OMS, esforços globais para combater a doença salvaram 54 milhões de vidas desde o ano 2000 ...

Homens de 25 a 40 anos são público-alvo de campanha sobre tuberculose
Saúde

Homens de 25 a 40 anos são público-alvo de campanha sobre tuberculose

A tuberculose é uma doença infectocontagiosa que afeta principalmente os pulmões, mas também pode acometer...

Vídeo

Feira: estudantes fazem manifestações contra calor e cobram melhorias na estrutura de escolas estaduais Veja mais Vídeos ›

Podcast

Definidas atrações locais da Micareta 2019
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram