Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • BAHIA AQUI É TRABALHO JUNHO 1
  • BAHIA AQUI É TRABALHO JUNHO 2
16 de Junho de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Polícia

Todas as notícias
Publicado em 09/01/2019 19h37.

Operação Pityocampa: MP denuncia 11 pessoas por organização criminosa e lavagem de dinheiro

O MP também pediu a decretação de prisão preventiva dos denunciados, pedido acatado pela Justiça na mesma data.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Operação Pityocampa: MP denuncia 11 pessoas por organização criminosa e lavagem de dinheiro

Acorda Cidade

O Ministério Público estadual denunciou onze pessoas por crimes de organização criminosa, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro cometidos em um esquema fraudulento de licitações e superfaturamento de contratos celebrados pela Coofsaúde Cooperativa de Trabalho com a Prefeitura de Feira de Santana. O esquema foi desarticulado pela “Operação Pityocampa”, realizada no último dia 18 de dezembro. A denúncia foi oferecida à Justiça no último dia 27. O MP também pediu a decretação de prisão preventiva dos denunciados, pedido acatado pela Justiça na mesma data.

Segundo a denúncia, a Coofsaúde era, na verdade, uma empresa travestida de cooperativa que “inflava artificialmente, sob rubricas diversas, os seus custos operacionais diretos e indiretos para maquiar os seus lucros e justificar o arbitramento de valores superestimados para os seus contratos”. Ainda conforme a denúncia, que se baseou em relatórios técnicos da regional da Controladoria Geral da União (CGU), a cooperativa recebeu entre 2009 e 2018 um total aproximado de R$ 285,6 milhões do Fundo Municipal de Saúde e da Fundação Hospitalar de Feira de Santana. Segundo o MP, desse total, estima-se que tenham sido superfaturados R$ 71,6 milhões.

O Ministério Público informou ainda que entre os denunciados, estão o fundador da Coofsaude, Haroldo Mardem Dourado Casaes, considerado o mentor do esquema; e o empresário Salomão Abud do Valle, que teria criado empresas de fachada utilizadas para realizar a lavagem de dinheiro. Para o MP, eles são apontados como os principais beneficiários do esquema criminoso. Segundo o MP, também foram denunciados o dentista Helton Marzo Dourado Casaes, irmão de Haroldo, tido como sócio oculto da organização, responsável por montar uma rede de “laranjas”; o contador Robson Xavier de Oliveira, que teria orientado a lavagem de dinheiro; os office boys Cléber de Oliveira Reis e Januário do Amor Divino, que teriam movimentado milhões do esquema criminoso em operações na “boca do caixa”; Rogério Luciano Dantas Pina, Diego Januário Figueiredo da Silva, Aberaldo Rodrigues Figueiredo, Fernando de Argollo Nobre Filho e Everaldo Lopes Santana, apontados como “laranjas”.

A “Operação Pytiocampa” foi deflagrada pelo MP, por meio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais (Gaeco) e da 21ª Promotoria de Justiça de Feira de Santana, em parceria com CGU, Receita Federal do Brasil (RFB) e Polícia Rodoviária Federal (PRF). A operação também contou com o apoio da Coordenadoria de Segurança Institucional e Inteligência (CSI) e do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Proteção à Moralidade Administrativa (Caopam).

Leia também

Operação do MP em Feira apura desvio de mais de R$ 100 milhões da Saúde

MP, Controladoria e Receita Federal explicam como funcionava esquema de cooperativa acusada de desviar milhões da Saúde em Feira
 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

 Mulher presa com munição de fuzil e 865 porções de drogas
Salvador

Mulher presa com munição de fuzil e 865 porções de drogas

A mulher e os materiais foram apresentados na Central de Flagrantes.

Policiais da Rondesp Leste concluem curso de Instrução de Nivelamento e Conhecimento
Feira de Santana

Policiais da Rondesp Leste concluem curso de Instrução de Nivelamento e Conhecimento

O objetivo das instruções foi preparar os policiais militares para as atividades e missões inerentes a uma ...

Reunião discute metas e ações de combate a criminalidade em Feira de Santana no segundo semestre
Segurança Pública

Reunião discute metas e ações de combate a criminalidade em Feira de Santana no segundo semestre

Reunião contou com a presença de policiais civis e militares.

Vídeo

Senado Aprova (10 a 14 de junho) — O mais importante que o Senado aprovou nesta semana Veja mais Vídeos ›

Podcast

Contrato de namoro, já ouviu falar?
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram