Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • governo 1
  • Bahiatursa São João
  • GOVERNO 2
25 de Junho de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Brasil

Todas as notícias
Publicado em 09/01/2019 14h40.

Justiça aceita denúncia contra João de Deus por crimes sexuais

O médium está preso desde 16 de dezembro sob a acusação de violação sexual mediante fraude e de estupro de vulnerável.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Justiça aceita denúncia contra João de Deus por crimes sexuais
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasi

Acorda Cidade

Agência Brasil - A juíza Rosângela Rodrigues dos Santos, da Justiça de Abadiânia (GO), aceitou hoje (9) denúncia apresentada pelo Ministério Público contra o médium João Teixeira de Faria, o João de Deus, pelos crimes de estupro de vulnerável e violação sexual. Com a decisão, João de Deus vira réu no processo, que trata de quatro supostas vítimas do médium. A decisão está em segredo de Justiça e os detalhes não foram divulgados.

O médium está preso desde 16 de dezembro sob a acusação de violação sexual mediante fraude e de estupro de vulnerável, crime que teria sido praticado contra centenas de mulheres. O Ministério Público de Goiás, que formou uma força-tarefa para cuidar do caso, recebeu mais de 330 denúncias de abuso sexual contra João de Deus de diversos estados brasileiros e do Distrito Federal.

João de Deus se instalou em Abadiânia há 42 anos e mantém a Casa Dom Inácio de Loyola, centro de atendimento espiritual onde o médium costumava atender a pessoas doentes. No local, segundo as denúncias, ele teria abusado sexualmente de mulheres durante atendimentos individuais.

Após o recebimento da denúncia, o advogado Alberto Toron, representante de João de Deus, disse que ainda não foi notificado da decisão, mas que confia na Justiça.  

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Combate à Fraude

Cartórios devem informar óbitos em até 24 horas, diz Bolsonaro

No Twitter, ele citou nova lei de combate a fraudes previdenciárias

Governo quer conceder 16 mil km de rodovias à iniciativa privada
Brasil

Governo quer conceder 16 mil km de rodovias à iniciativa privada

Em um encontro com empresários no Rio de Janeiro, ele afirmou que praticamente toda a malha viária do estado...

Um em cada cinco brasileiros usa o celular enquanto dirige
Pesquisa

Um em cada cinco brasileiros usa o celular enquanto dirige

Dados são de pesquisa feita pelo Ministério da Saúde

Vídeo

Senado Aprova (10 a 14 de junho) — O mais importante que o Senado aprovou nesta semana Veja mais Vídeos ›

Podcast

Movimento do comércio no feriado de Corpus Christi agrada lojistas e consumidores
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram