Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • Educa Mais Brasil
  • Nota Premiada
22 de Janeiro de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Ciência e Tecnologia

Todas as notícias
Publicado em 20/11/2018 09h22.

Estudantes desenvolvem aplicativo para mapear focos do Aedes Aegypti

O professor e orientador do projeto, Marcos Pessoa, disse que o aplicativo contribuirá aos órgãos competentes no mapeamento e identificação de locais com focos do mosquito.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Estudantes desenvolvem aplicativo para mapear focos do Aedes Aegypti
Foto: Divulgação

Acorda Cidade

Estudantes do Colégio Estadual Vitor Soares, localizado na Ribeira, lançaram o aplicativo (app) Aedes Play, resultado da culminância das atividades que têm o objetivo de conscientizar os alunos e a comunidade escolar sobre a responsabilidade no combate e na prevenção ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor de doenças como a dengue e o Zika vírus. O app foi lançado nesta quarta-feira (14) e está disponível para acesso no endereço: aedesplay.com

O professor e orientador do projeto, Marcos Pessoa, disse que o aplicativo contribuirá aos órgãos competentes no mapeamento e identificação de locais com focos do mosquito. “A ideia é que por meio do app o usuário possa tirar uma foto do local que possui o foco do Aedes. Por meio da geolocalização, é registrado o endereço onde foi tirada a foto. Aí, por meio do sistema, é possível ter acesso a todas as imagens e locais onde foram detectados os focos. O nosso objetivo é que essa informação também seja enviada para os setores de Saúde para que possam mapear essas situações. Queremos ainda incluir um game que será feito para incentivar ainda mais o combate ao inseto”, afirmou.

O estudante Diego Sousa, da Educação Inclusiva, destacou a importância da atividade para uma formação cidadã dos alunos. “Além deste envolvimento com a tecnologia, que resulta em um aprendizado diferenciado, a iniciativa de nos mobilizarmos para combater o Aedes Aegypti mostra que temos a chance de mudar a realidade ao nosso redor e podemos encontrar soluções para resolver esses problemas”, disse.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Ciência

Próxima Lua de Sangue será visível em todo o Brasil em 2022

Segundo a pesquisadora do Observatório Nacional Josina Nascimento, o próximo eclipse total da Lua está prev...

Redes Sociais: 'Desafio dos 10 anos' levanta debate sobre reconhecimento facial
Internet

Redes Sociais: 'Desafio dos 10 anos' levanta debate sobre reconhecimento facial

Jogo que viralizou no Facebook e Instagram levantou discussão entre especialistas

Metade dos usuários do Facebook não gosta de uso de dados para anúncio
Tecnologia

Metade dos usuários do Facebook não gosta de uso de dados para anúncio

Levantamento é do Pew Research Center e ouviu 963 usuários

Vídeo

Câmera registra momento em que ônibus colide em van em Feira de Santana Veja mais Vídeos ›

Podcast

Rui garante nomeação de coordenadores pedagógicos
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram