Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • Educa Mais Brasil
18 de Dezembro de 2018
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
21º 32º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Brasil

Todas as notícias
Publicado em 11/10/2018 07h47.

Sancionada lei que dispensa autenticação de documento e reconhecimento de firma

Em caso de declaração falsa haverá sanções administrativas, civis e penais.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Sancionada lei que dispensa autenticação de documento e reconhecimento de firma
Foto: Agência Senado

Cíntia Moreira

Foi sancionada e publicada no Diário Oficial da União da última terça-feira (9) a Lei 13.726, de 2018, que dispensa o cidadão de reconhecer firma e autenticar cópias para lidar com órgãos do governo. O texto também prevê a criação do selo de desburocratização na administração pública e a premiação para órgãos que simplificarem o funcionamento e melhorarem o atendimento à população.

De acordo com a nova lei, além de os órgãos públicos de todas as esferas não poderem mais exigir que o cidadão reconheça firma, nem faça a autenticação de cópia de documento, o texto acaba com a exigência da apresentação da certidão de nascimento, do título de eleitor - exceto para votar ou registrar candidatura - e com a autorização com firma reconhecida para viagem de um menor de idade se os pais estiverem presentes no embarque.

Para isto, os órgãos públicos federais, estaduais e municipais deverão seguir algumas medidas. Por exemplo, para que seja dispensado o reconhecimento de firma, o servidor terá que comparar a assinatura do cidadão com a firma que consta no documento de identidade. Já para a dispensa da autenticação de cópia de documento, o servidor vai ter que comparar o original e a cópia.

No que se refere a apresentação da certidão de nascimento, ela vai poder ser substituída pela cédula de identidade, pela carteira de trabalho, pelo passaporte, título de eleitor, identidade expedida por conselho regional de fiscalização profissional, identidade funcional expedida por órgão público ou pelo certificado de prestação ou de isenção do serviço militar.

Caso não seja possível fazer a comprovação de regularidade da documentação, a pessoa poderá escrever uma declaração atestando a veracidade das informações. Agora, se a declaração for falsa, haverá sanções administrativas, civis e penais.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Vídeo: homem arremessa criança no chão após ela ter chutado a bola no lugar do filho
Brasil

Vídeo: homem arremessa criança no chão após ela ter chutado a bola no lugar do filho

Nas imagens, é possível ver que o homem repreende o menino e, em seguida, ele é arremessado ao chão.

Brasil

CNJ aprova novo auxílio-moradia de até R$ 4.377,73 para magistrados

Em 26 de novembro, o presidente Michel Temer sancionou o reajuste dos ministros do Supremo, após um acordo in...

Justiça pode decidir hoje sobre habeas corpus de João de Deus
Brasil

Justiça pode decidir hoje sobre habeas corpus de João de Deus

O argumento utilizado se baseia na idade avançada e no estado de saúde de João de Deus.

Vídeo

Segurança é assassinado em bar na Fraga Maia Veja mais Vídeos ›

Podcast

Concurso da Guarda Municipal de Feira continua suspenso pela Justiça
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram