Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • Educa Mais Brasil
  • Desenbahia Mulher
  • Educa Mais Brasil
19 de Novembro de 2018
Dólar: R$ 3,71 Euro: R$ 4,26
23º 33º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 13/06/2018 09h34.

Você tem dúvidas sobre Acidentes Vasculares Encefálicos?

O médico José Olímpio respondeu às principais perguntas que ele recebe quase que diariamente
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra

Acorda Cidade

De acordo com o Ministério da Saúde, a cada cinco minutos um brasileiro morre em decorrência de um Acidente Vascular Encefálicos (AVE), contabilizando mais de 100 mil mortes por ano. Com isso, o AVE tornou-se a segunda principal causa de morte no Brasil e a principal causa de incapacidade no mundo.

Mesmo com esses números alarmantes, muitas pessoas não possuem informações acerca do assunto. O médico José Olímpio, coordenador da Divisão de Ecografia Vascular do Cetrus – escola de diagnóstico por imagem para médicos - respondeu às principais perguntas que recebe quase que diariamente. Confira a entrevista abaixo e esclareça as suas dúvidas a respeito da doença.

É possível prevenir um AVE? Como?

José Olímpio - Sua prevenção é possível e se baseia no controle dos principais fatores de risco cardiológico. Assim, o adequado controle da pressão arterial, níveis de colesterol e glicose dentro das metas estabelecidas e a cessação do tabagismo diminuem a incidência do AVE.

Por que o AVE é mais frequente em mulheres do que em homens?

José Olímpio - As doenças cardiovasculares de modo geral se tornam mais frequentes em mulheres, após o climatério (fase da vida em que ocorre a transição do período reprodutivo ou fértil para o não reprodutivo, devido à diminuição dos hormônios sexuais produzidos pelos ovários). Dados epidemiológicos, que são aqueles extraídos da observação, associam esta maior frequência à perda da proteção determinada pelos hormônios femininos.

Quais os fatores que contribuem para a doença?

José Olímpio - Os fatores que mais incidem na doença são a hipertensão arterial, o diabetes mellitus, as taxas elevadas de colesterol sanguíneo e o tabagismo. A estes fatores modificáveis se associam fatores genéticos (predisposição familiar).

Esta é uma doença que se tornará mais frequente em decorrência do estilo de vida que as pessoas estão levando?

José Olímpio - Sim. Algumas caraterísticas da vida moderna se associam ao aumento da incidência de doenças cardiovasculares. Devemos ressaltar os hábitos alimentares e o sedentarismo que têm resultado em obesidade frequente, aumento da pressão arterial e das taxas de glicose e colesterol, fatores associados ao AVE.

É mais frequente em que faixa etária?

José Olímpio - A incidência é maior em pacientes idosos, acima dos 60 anos.

O que é possível verificar por meio dos exames de imagem?

José Olímpio - Métodos complementares, incluindo os exames de ultrassonografia vascular (estudo das artérias carótidas e vertebrais), podem evidenciar alterações subclínicas, ou seja, que não determinam sintomas, que representam marcadores prognósticos para o AVE.

É possível detectar a presença de placas de gordura nas artérias com destino ao cérebro (carótidas e vertebrais). Estas placas podem determinar obstrução destas artérias ou sofrer processos degenerativos e se fragmentarem, acarretando obstrução de pequenos vasos sanguíneos intracranianos.

Nesse contexto, quais as vantagens para a carreira dos médicos que fazem uma pós-graduação em diagnósticos por imagem?

José Olímpio – Inicialmente, gostaria de ressaltar a importância já mencionada das doenças cardiovasculares e de seu diagnóstico precoce associados ao envelhecimento da população, o que torna o Programa Completo de Aperfeiçoamento em Ecografia Vascular com Doppler muito interessante pela crescente solicitação de exames. Os exames de Ecografia Vascular com Doppler têm aspectos técnicos e de interpretação bastante particulares, o que requer formação específica.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Secretária acredita que Feira não será prejudicada com saída de cubanos do programa Mais Médicos
Saúde

Secretária acredita que Feira não será prejudicada com saída de cubanos do programa Mais Médicos

Na última quarta-feira (14), o governo de Cuba anunciou que deixará o programa social.

Resolução amplia possibilidades para atendimento psicológico online
Saúde

Resolução amplia possibilidades para atendimento psicológico online

O atendimento online é vedado em algumas situações, como quando o paciente estiver em situação de violên...

Em um ano, policlínicas de saúde realizam mais de 250 mil exames e consultas
Saúde

Em um ano, policlínicas de saúde realizam mais de 250 mil exames e consultas

A gestão das unidades é feita de forma conjunta, entre o Governo do Estado e os Consórcios de Saúde.

Vídeo

Silvio Santo assedia Claudia Leitte no Teleton Veja mais Vídeos ›

Podcast

Classes hospitalares são inauguradas em dois hospitais em Feira de Santana
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram