Acorda Cidade - Dilton Coutinho

16 de Agosto de 2018
Dólar: R$ 3,68 Euro: R$ 4,34
19º 30º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Feira de Santana

Todas as notícias
Publicado em 16/05/2018 17h49.

Consumidores não resistem ao milho: assado ou cozido iguaria é de dar água na boca

O cheiro e o visual do milho são os maiores atrativos para os consumidores e é difícil resistir a essa tentação.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Consumidores não resistem ao milho: assado ou cozido iguaria é de dar água na boca
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Rachel Pinto

O movimento de venda de milho no centro de Feira de Santana já começou. Em cada esquina já é possível ver um vendedor abandando seu fogareiro ou empurrando um carrinho comercializando milho cozido, além de pamonha e canjica.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

O cheiro e o visual do milho são os maiores atrativos para os consumidores e é difícil resistir a essa tentação. Dona Maria de Lourdes Pereira Souza, de 68 anos conta que vende milho nesse período do ano há mais de 30 anos. Com a atividade ela criou os filhos e continua tirando o seu pão de cada dia.

No mesmo ponto, localizado no cruzamento da Avenida Getúlio Vargas com a Rua JJ Seabra, por décadas ela tem cativado muitos clientes com sua simplicidade e alegria.

Com muito bom humor ela é figurinha conhecida no local e tem clientes fieis que não resistem a um bom milho assado.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

“Só saio daqui quando eu morrer. Enquanto Deus me der saúde e coragem eu estou aqui trabalhando. Vendo milho assado e mais algumas coisinhas. Eu vendo cerca de 120, 150 milhos por dia. O milho não é daqui da região, mas está verdinho e doce”, garante.

A vendedora ambulante explica que o milho que comercializa vem das cidades de Ibotirama e é produzido com irrigação. Segundo ela, no fim de maio, começa a chegar milho que vem de Santo Antônio de Jesus, Cruz das Almas e Irará. Ela compra o produto no Centro de Abastecimento e o centro custa R$ 80. Cada milho é vendido por R$ 2 e Dona Maria de Lourdes salienta que o preço é o mesmo de anos anteriores. “O preço é o mesmo já há muitos anos. Sempre é R$ 2”, diz.

Com muita disposição a ambulante relata que o seu próximo passo fruto do trabalho com a venda de milho será reformar a casa.

“Minha casa está pra cair e se Deus quiser eu vou fazer a reforma. Em nome de Jesus. Ele vai abençoar e eu vou conseguir”, acrescenta.

Enquanto o milho cultivado pelos agricultores da região de Feira de Santana ainda não está pronto para a colheita para Dona Maria de Lourdes vender para seus clientes, ela agradece a Deus por cada dia vivido e em cada milho vendido vai uma saudação para o cliente: “Deus te guarde!”, “Deus de abençoe!” e “Obrigada meu bem!”.

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Ato pela paz e contra a violência espalha cruzes no centro de Feira de Santana
Feira de Santana

Ato pela paz e contra a violência espalha cruzes no centro de Feira de Santana

De acordo com Jameson Araújo do Instituto Sustentabilidade, que organizou o ato, o objetivo é chamar a aten...

Defensoria realiza campanha para reconhecimento de paternidade até esta quinta (16)
Feira de Santana

Defensoria realiza campanha para reconhecimento de paternidade até esta quinta (16)

A expectativa é que cerca de 80 famílias compareçam ao local até amanhã para realizar reconhecimentos de ...

Representantes de 12 países confirmam participação no congresso de desastres em massa em Feira de Santana
Feira de Santana

Representantes de 12 países confirmam participação no congresso de desastres em massa em Feira de Santana

O Cidem é um projeto humanitário que promove a integração de forças militares e civis que agem em desastr...

Vídeo

Missa em homenagem aos 29 anos de falecimento de Luiz Gonzaga Veja mais Vídeos ›

Podcast

PSL volta atrás e retira nome Alberto Pimentel da vice de João Henrique
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram