Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • Educa Mais Brasil
  • Educa Mais Brasil
16 de Outubro de 2018
Dólar: R$ 4,09 Euro: R$ 4,78
24º 35º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Economia

Todas as notícias
Publicado em 05/03/2018 15h07.

Auditor fiscal dá dicas para declaração do Imposto de Renda 2018

Prazo para declaração vai até o dia 30 de abril.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Auditor fiscal dá dicas para declaração do Imposto de Renda 2018
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Laiane Cruz

Atualizada às 18:28

A declaração do Imposto de Renda começou no dia 1º de março e vai até 30 de abril. De acordo com o auditor fiscal da Receita Federal de Feira de Santana, Leandro Oliveira estão obrigados a declarar para o fisco os contribuintes com rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70; aqueles com rendimentos isentos e não tributáveis acima de R$ 40 mil, bem como os que possuem bens ou direitos acima de R$ 300 mil.

“A declaração desse ano de Imposto de Renda passa a exigir para quem tem dependentes, que completaram oito anos até o dia 31 de dezembro de 2017, para que você possa colocá-los em sua declaração de Imposto de Renda precisa necessariamente apresentar o CPF. Também são exigidos todos os dados referentes aos rendimentos recebidos em 2017 e na própria declaração do programa gerador o contribuinte irá optar pelo desconto simplificado ou pela declaração completa, que é pelas deduções legais e ele terá que apresentar as informações relacionadas às deduções com saúde, educação, dependentes e etc”, informou o auditor da Receita.

Malha fina

O auditor Leandro Oliveira informou também em quais situações o contribuinte pode cair na famosa malha fina. Segundo ele, a malha fina, basicamente, é um cruzamento de dados. E quando há um choque de informações ou há algum tipo de inconsistência, a pessoa está sujeita a incidir na malha fiscal.

“Pode ocorrer por um erro, pela falta de informação de outra base que passe informações para a Receita Federal, e não só do contribuinte, que presta as suas informações. Mas aquele para quem ele pagou a despesa médica, ou obteve os seus rendimentos, pode prestar informações que não estão compatíveis com a declaração”, esclareceu.

Para quem entrar nessa situação, o auditor orienta a verificar todos os dados novamente para saber se estão corretos, a fim de que a informação seja retificada. “Se ela não retificar a declaração, poderá ser intimada pela Receita Federal, que irá solicitar do contribuinte todos os documentos que embasem as informações prestadas na declaração anual e ele terá que comprovar todas as informações prestadas”.

Já os contribuintes que, por algum motivo, deixarem de declarar o Imposto de Renda, Leandro Oliveira destaca que estarão sujeitos a multa, que é variável de acordo com o imposto devido, sendo que o valor mínimo dela é de R$ 165,74. Ele salienta que o prazo é longo e dá tempo das pessoas se organizarem para efetuarem sua declaração.

“O recado que a gente deixa para o contribuinte é que não deixe para a última hora, pois é natural na última semana a correria, e o contribuinte tem um prazo de dois meses para efetuar a declaração, que ele comece a procurar sua documentação e verificar com suas fontes toda a documentação”.

Com informações do repórter Paulo José do Acorda Cidade.
 

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Economia

Em agosto, comércio varejista registra taxa de 0,1%

Esses dados foram apurados pela Pesquisa Mensal de Comércio, que é analisada pela Superintendência de Estud...

Economia

Pessimismo entre empresários baianos diminui em setembro

A expectativa geral do empresariado baiano, dessa forma, continuou na zona de Pessimismo Moderado – completan...

Receita Federal paga o quinto lote de restituições do IR
Economia

Receita Federal paga o quinto lote de restituições do IR

A Receita Federal recebeu 29.269.987 declarações do Imposto de Renda dentro do prazo legal neste ano.

Vídeo

Documentário Os Guardiões da Lagoa Veja mais Vídeos ›

Podcast

Entrevista com José Ronaldo - Parte I
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram