Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • Desenbahia Mulher
  • Desenbahia Homem
  • Desenbahia Mulher
16 de Novembro de 2018
Dólar: R$ 3,71 Euro: R$ 4,26
23º 32º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Saúde

Todas as notícias
Publicado em 03/04/2017 15h14.

Confirmado segundo caso de macaco com febre amarela em Feira de Santana

O laudo de confirmação chegou por volta do meio dia. O animal foi encontrado morto no bairro Papagaio.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Confirmado segundo caso de macaco com febre amarela em Feira de Santana
Foto: Divulgação

Daniela Cardoso e Ney Silva

O Laboratório Central da Bahia (Lacen) confirmou nesta segunda-feira (3) a morte de mais um macaco com o vírus da febre amarela em Feira de Santana. O laudo de confirmação chegou por volta do meio-dia. O animal foi encontrado morto no bairro Alto Papagaio.

Até o momento foram encaminhados cerca de 20 animais para análise. Esse foi o segundo animal constatado com o vírus em Feira de Santana. O primeiro caso confirmado foi em um macaco entrontado morto no bairro SIM.

Segundo o coordenador regional de saúde, Edy Gomes, macacos encontrados mortos em cidades da região de Feira de Santana também estão sendo analisados. 

“Infelizmente recebemos esse resultado positivo de um dos macacos que estava em análise no Lacen. O fumacê já está sendo deslocado pra o bairro Papagaio, onde o macaco com o vírus foi encontrado, para começar as ações”, destacou.

Bairros

Até o momento, dos macacos analisados, dois deram positivo para o vírus da febre amarela e três deram negativo. O coordenador regional de saúde informou os bairros onde os macacos mortos foram encontrados e encaminhados para análise.

“Rua Nova 1; Feira VI 2; Alto do Rosário 1, Matinha 2; Papagaio 1; Santa Quitéria 1; Novo Horizonte 1; Centro 1; Tomba 1; Sim 1; Maria Quitéria 2; Pé de Serra 1; Tiquaruçu 1; Humildes 1; Noide Cerqueira 1; Cidade Nova 1; Artêmia Pires 1”, informou.

Já nos municípios que fazem parte da região de Feira de Santana, foram encontrados macacos mortos em Irará, 4; Riachão do Jacuípe, 1; Coração de Maria, 2; São Gonçalo dos Campos, 6; Conceição do Jacuípe, 2; Nova Fátima, 2 e Ipirá, 1. Todos foram encaminhados para análise para saber se a causa da morte foi ou não o vírus da febre amarela.

Na região de Serrinha, o município de Biritinga, segundo informou Edy Gomes, teve um caso que também veio confirmado para febre amarela.

Recomendação

Edy Gomes destacou que a recomendação é que ao encontrar algum macaco morto, as pessoas devem avisar ao Centro de Zoonoses do município, que tem uma equipe preparada para pegar o animal. Ele afirma que os macacos são sinalizadores para os órgãos competentes e que é necessário que eles passem por uma análise para verificar qual a causa da morte.

Leia também

Coordenador do Núcleo Regional de Saúde garante que não vai faltar vacina contra febre amarela

Feira de Santana inicia campanha de vacinação contra a febre amarela; secretária esclarece dúvidas

Secretaria de saúde confirma caso de febre amarela em macaco em Feira de Santana

Surgimento de macacos mortos deixa população de Feira de Santana em alerta

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

SBC diz que diagnóstico precoce do câncer de próstata salva vidas
Saúde

SBC diz que diagnóstico precoce do câncer de próstata salva vidas

Caso houvesse maior conscientização sobre os benefícios do diagnóstico precoce, além das chances de cura,...

Quase metade dos pacientes diabéticos desenvolvem doença renal, alerta especialista
Saúde

Quase metade dos pacientes diabéticos desenvolvem doença renal, alerta especialista

Os primeiros sinais podem levar 10 a 15 anos para aparecer após o diabetes.

Conselho de Medicina: Investimento com saúde pública está 'abaixo do ideal'
Saúde

Conselho de Medicina: Investimento com saúde pública está 'abaixo do ideal'

Segundo o CFM, o gasto total com saúde pública no país corresponde, atualmente, a 2,94% do PIB brasileiro, ...

Vídeo

Silvio Santo assedia Claudia Leitte no Teleton Veja mais Vídeos ›

Podcast

Classes hospitalares são inauguradas em dois hospitais em Feira de Santana
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram