Acorda Cidade - Dilton Coutinho

  • governo 1
  • governo 1
24 de Junho de 2019
Dólar: R$ 3,84 Euro: R$ 4,39
-17º -17º Feira de Santana
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Feira de Santana

Todas as notícias
Publicado em 07/05/2015 06h49.

ONG abre inscrições para famílias e escolas que desejam receber estudantes estrangeiros

A organização proporciona a famílias e instituições de ensino vivenciarem experiência de intercâmbio sem sair do país
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
ONG abre inscrições para famílias e escolas que desejam receber estudantes estrangeiros
Foto: Divulgação | família Carneiro, que recebeu por durante 10 meses o ex-participante tailandês Mild.

Acorda Cidade

O AFS Intercultura Brasil, organização voluntária internacional de intercâmbio sem fins lucrativos, presente no país há 60 anos, oferece aos brasileiros uma experiência única de fazer intercâmbio, sem sair do país. A instituição está com vagas abertas para o cadastro de famílias e escolas que desejam receber estudantes de outros países, de 15 a 18 anos de idade.

O programa proporciona aos hospedeiros a oportunidade de conhecer uma nova cultura, idioma, costumes, além de estabelecer laços de amizade que podem durar a vida inteira. Os interessados já podem se inscrever para receber o próximo grupo de intercambistas, previsto para chegar ao Brasil em agosto.

As famílias e escolas que queiram participar do programa devem estar localizadas em um dos 17 estados que possuem voluntários da organização (veja a lista completa no site www.afs.org.br, passar por uma visita técnica e preencher o formulário na página da organização. Durante a estada do aluno no país, o AFS é responsável pelas despesas com seguro médico, material e transporte escolar.

Famílias hospedeiras
Famílias das mais diversas estruturas podem participar do programa, como: pais solteiros com ou sem filhos, casais sem filhos, casais homoafetivos, entre outros. Além de hospedar os intercambistas, as famílias terão como principal responsabilidade o compromisso dos estudantes frequentarem a escola e ONGs parceiras, além de estimularem novos hábitos e valores, que façam com que eles se sintam parte da família.

Para serem selecionados, os participantes recebem a visita de um voluntário da instituição que irá preencher um documento com dados sobre a rotina da família, relacionamento e infraestrutura do ambiente. "As famílias têm que prover ao participante um ambiente seguro, alimentação adequada e um quarto que pode ser apenas para o intercambista ou compartilhado com outro membro da casa", explica a diretora.

A divisão dos alunos por residência é realizada pelo comitê local da instituição que, após a análise do ambiente, irá conversar com os participantes sobre o perfil de cada aluno e qual se adaptaria melhor ao ambiente. Para facilitar esse processo, as famílias recebem orientações sobre expectativas, comunicação intercultural, sendo preparadas para lidar com os conflitos que podem surgir com as diferenças culturais decorrentes da convivência, já que o local será o de maior contato do estudante com os costumes locais. E no caso de problemas, o comitê também será responsável pelo suporte, aconselhamento e ajuda para solucionar as adversidades.

Instituições de ensino
Qualquer escola pode se tornar parceira do AFS, basta oferecer uma vaga gratuita ao intercambista, tratá-lo como aluno regular e proporcionar um ambiente de socialização e aprendizado sobre a realidade cultural e socioeconômica do país.

Com a iniciativa, as instituições recebem uma série de benefícios, que inclui descontos especiais nos intercâmbios do AFS para alunos, educadores e grupos escolares, oportunidade de bolsas para filhos de professores e funcionários para estudar fora do país, material didático e workshops sobre interculturalidade.

As instituições de ensino também recebem o apoio do comitê local do AFS, que realiza contatos regulares, para verificar o processo de adaptação do aluno no ambiente escolar. Assim como os demais estudantes, o jovem estrangeiro tem o compromisso de frequentar as aulas, cumprindo todas as tarefas, além de passar a ser um elemento a mais de motivação em várias disciplinas, não se limitando a aprender cultura local, mas também compartilhando conhecimento dos seus costumes.  

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Prefeito Colbert cobra do governador a duplicação da rodovia Feira-São Gonçalo
Feira de Santana

Prefeito Colbert cobra do governador a duplicação da rodovia Feira-São Gonçalo

O prefeito de Feira postou uma mensagem em suas redes sociais, este fim de semana,

Comércio de Feira funciona neste sábado e domingo (23)
Feira de Santana

Comércio de Feira funciona neste sábado e domingo (23)

Na segunda-feira, 24 de junho, feriado de São João, as lojas do comércio estarão fechadas e reabrirão nor...

População opina sobre a duplicação de viadutos anunciada pelo prefeito Colbert Filho
Feira de Santana

População opina sobre a duplicação de viadutos anunciada pelo prefeito Colbert Filho

O governo municipal vai investir 15 milhões de reais na duplicação dos viadutos. Os recursos são de um emp...

Vídeo

Senado Aprova (10 a 14 de junho) — O mais importante que o Senado aprovou nesta semana Veja mais Vídeos ›

Podcast

Movimento do comércio no feriado de Corpus Christi agrada lojistas e consumidores
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram