Acorda Cidade - Dilton Coutinho

15 de Dezembro de 2019
Facebook Twitter WhatsApp
WhatsApp 75 98297 4004
Rádio Acorda Cidade

Feira de Santana

Todas as notícias
Publicado em 18/07/2013 10h05.

Após suspeita de babesiose, exame aponta morte por dengue

Estudante de 30 anos morreu em Feira de Santana, a 100 km de Salvador. Amostras foram analisadas pelo Lacen e pela Fiocruz, aponta a Sesab.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Após suspeita de babesiose, exame aponta morte por dengue
Reprodução/TV Subaé
Acorda Cidade
 
O exame realizado no estudante de 30 anos, Matheus Wagner Pessoa, apontou resultado negativo para babesiose, uma doença rara transmitida por carrapato, e que era suspeita das autoridades de saúde para o quadro do paciente. O atestado de óbito dele chegou a constar a babesiose como causa de morte.
 
Segundo informações da Secretaria da Saúde da Bahia (Sesab), passadas na manhã desta quinta-feira (18), o quadro dele foi apontado como "dengue com complicações", que embora tenha sido letal, não se configura como dengue hemorrágica, ressalta a Sesab. O resultado foi confirmado pelo Laboratório Central de Saúde Pública e pela Fundação Oswaldo Cruz. 
 
O caso
 
As autoridades de saúde em Feira de Santana, município a cerca de 100 Km de Salvador, investigam casos de babesiose na cidade. Exames foram realizados em 56 pessoas com suspeita de terem a doença. Na terça-feira (9), Matheus Wagner Pessoa morreu após dar entrada no Hospital Clériston Andrade no dia 24 de junho com fortes dores no corpo, febre alta e diarreia com jatos de sangue. Matheus cursava na cidade de Cruz das Almas o penúltimo ano de medicina veterinária.
 
"Eu fiquei sabendo quando o médico disse: 'Olha, tem uma suspeita forte aqui, já foi descartada a leptospirose, a cirrose, então tem a suspeita de uma doença transmitida pelo carrapato'", lembrou Maria Tereza Pessoa, mãe de Matheus.
 
"O atestado de óbito a gente não vai questionar, nem contestar, porém não existe nenhum caso de babesiose notificado através de nenhum órgão do estado desde 1983", afirmou Edyr Gomes, diretor da Dires.
 
Doença
 
A babesiose é uma doença infecciosa rara, transmitida pelo carrapato contaminado com um protozoário. A contaminação do parasita ocorre quando ele se alimenta com o sangue de um animal com babesiose. Segundo os médicos, para que a doença seja transmitida pelo carrapato para uma pessoa é necessário que ele sugue o sangue da vítima por um período mínimo de quatro horas. As informações são do G1.

Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.



Mais Notícias

Motoristas de aplicativo fazem protesto no centro da cidade e cobram regulamentação
Feira de Santana

Motoristas de aplicativo fazem protesto no centro da cidade e cobram regulamentação

Eles fizeram várias reivindicações cobrando regulamentação e também mudanças dos aplicativos para que d...

Feira de Santana

CPRL informa que não disponibilizará policiamento no Festival de Rua Sítio Matias

A Polícia Militar enviou uma nota a imprensa informando que não foi apresentada a PM uma autorização do po...

Agentes da SMT adotam 117 cartas da campanha Papai Noel dos Correios
Solidariedade

Agentes da SMT adotam 117 cartas da campanha Papai Noel dos Correios

Os presentes foram entregues aos Correios na manhã desta sexta feira (13).

Vídeo

Aluno da UFRB é acusado de racismo por recusar documento de docente negra Veja mais Vídeos ›

Podcast

Ouça o Programa desta sexta-feira 13.12:
Veja mais PodCasts ›

Facebook

Instagram