Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

17º 27º Feira de Santana
29 de maio de 2017

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Saúde

Feira de Santana será habilitada para oferecer serviço de alta complexidade em saúde auditiva

10/10/2011 09h24
Estado e Município dialogam para que Clínica Otorrinos possa prestar tratamento fonoaudiológico em saúde auditiva para crianças de 0 a 3 anos de idade através do SUS
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Feira de Santana será habilitada para oferecer serviço de alta complexidade em saúde auditiva
Assessoria

Acorda Cidade

 

 
Com o objetivo de certificar a Clínica Otorrinos de Feira de Santana para oferecer serviço de alta complexidade em saúde auditiva, inclusive através do Sistema Único de Saúde (SUS), o deputado estadual e líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Neto (PT), intermediou uma reunião entre o secretário estadual da Saúde, Jorge Solla, o diretor-presidente da unidade, Washington Luiz Almeida, e o secretário da Saúde do município, Getúlio Barbosa.
 
Atenta ao tema e aos interesses da população baiana, a ex-deputada estadual pelo PP e atual chefe de Gabinete da Secretaria de Integração e Desenvolvimento Regional (Sedir), Eliana Boaventura, também participou da reunião.
 
Com a habilitação, a Otorrinos poderá oferecer atendimento fonoaudiológico em saúde auditiva para crianças de 0 a 3 anos de Feira de Santana e região, além disso, a Clínica terá direito, por exemplo, a implantar um maior número de aparelhos auditivos e realizar implante coclear. Como há demanda reprimida, pacientes também deixarão de ser deslocados para a capital.
 
De acordo Getúlio Barbosa, o tema já foi discutido e aprovado pelo Conselho Municipal de Saúde e a Secretaria a qual representa enviará, nos próximos dias, para a Sesab a documentação a fim de que seja encaminhada à Comissão Intergestores Bipartite (CIB) para negociação e pactuação entre os gestores municipal e estadual o que, segundo Solla “será um processo tranquilo”.
 
“Hoje, o paciente espera de seis a oito meses para fazer todos os testes e ser protetizado em nossa clínica. Com a alta complexidade, ele não vai precisar esperar tanto e um maior número de pessoas pode ser beneficiado com aparelhos e implante coclear”, apontou o Otorrinolaringologista Washington Almeida. Ele explica que o implante coclear é um dispositivo eletrônico, parcialmente implantado, que visa proporcionar aos seus usuários sensação auditiva próxima à fisiológica.
 
Atualmente, a Clínica oferece atendimento de média complexidade, que atende a população com idade a partir dos 3 anos. Conforme registros, a Otorrinos atende de 30 a 40 pacientes por dia. Também são implantados, aproximadamente, 120 aparelhos por mês. Com a alta complexidade os números devem subir, já que o atendimento de pós e de pré implante será ampliado, o que fará com que a população possa contar com um atendimento de urgência, emergência e ambulatorial ainda melhor.
 
“De nossa parte, a população e a Otorrinos terá todo o empenho para dar mais esse passo importante à melhoria da alta complexidade em Feira de Santana. Queremos que isso ocorra com consistência e não apenas fazer a alta complexidade de exames, mas de resultados, de tratamento, e de melhoria na qualidade do atendimento como um todo”, frisou o intermediador da reunião, deputado Neto.

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também

PodCast

Entidade solicita prisão domiciliar de detenta do Conjunto Penal que teve bebê há 6 meses

mais podcast ›

Videos

Arte, cultura e valorização da mulher no 1º Mamãe Balansoul