Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

20º 31º Feira de Santana
14 de dezembro de 2017

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Saúde

Campanha de doação de sangue faz cadastro de medula óssea

07/12/2017 09h06
Para se cadastrar a pessoa precisa ter entre 18 e 55 anos de idade e estar em bom estado de saúde – não ter doença infecciosa ou incapacitante. É necessário também apresentar um documento de identidade com foto.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Campanha de doação de sangue faz cadastro de medula óssea
Foto: Jorge Magalhães/Secom

Acorda Cidade

Durante a Campanha de Doação de Sangue, que acontece até sexta-feira (8) no estacionamento da Prefeitura, os participantes também poderão se cadastrar para doação de medula óssea - tecido gelatinoso encontrado no interior dos ossos, popularmente conhecido como tutano. A campanha é uma realização da Secretaria Municipal de Saúde, através da Seção de Capacitação Permanente, em parceria com o Hemoba.

Foto: Jorge Magalhães/Secom

É na medula óssea que são produzidos os componentes do sangue: as hemácias, leucócitos e plaquetas. Para realizar o cadastro é necessário preencher um termo de consentimento, fornecendo os dados pessoais. Também é feita a coleta de uma amostra de 5 ml de sangue, que passará por exame para identificar suas características.

Em caso de compatibilidade, muitas esperanças são geradas

“É importante que ao decidir se cadastrar a pessoa o faça de forma consciente e responsável, pois em caso de compatibilidade muitas esperanças são geradas”, afirma a enfermeira do Hemoba, Ana Verena Argolo.

Os dados pessoais e as informações do sangue do doador ficam armazenados no REDOME – Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea. Sendo assim, o cadastro só precisa ser feito uma única vez.

Para se cadastrar a pessoa precisa ter entre 18 e 55 anos de idade e estar em bom estado de saúde – não ter doença infecciosa ou incapacitante. É necessário também apresentar um documento de identidade com foto.

Ainda de acordo com a enfermeira, a compatibilidade de medula é determinada pela genética. “Se o sistema encontrar um doador compatível com um dos pacientes que estão na espera de um transplante, eles entrarão em contato para colher uma nova amostra de sangue e confirmar a compatibilidade”, explica. A medula óssea do doador se recompõe em 15 dias.

Fonte: Secom Feira de Santana

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também

PodCast

Queda de energia danifica equipamentos em escola e casas no bairro Sobradinho

mais podcast ›

Videos

População recebe PM com aplausos após morte de assaltantes de banco em Olindina