Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

22º 34º Feira de Santana
20 de novembro de 2017

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Dilton e Feito

Imbassahy nega que vai deixar PSDB: 'Nenhum movimento mais efetivo'

17/10/2017 16h59
Havia a especulação de que o tucano, insatisfeito com as posturas de João Gualberto e Jutahy Magalhães Júnior no estado, pretendia migrar para outra sigla
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Imbassahy nega que vai deixar PSDB: 'Nenhum movimento mais efetivo'
Reprodução | Antonio Imbassahy

O ministro-chefe da Secretaria de Governo, Antonio Imbassahy, negou veementemente, em entrevista à rádio Metrópole, na manhã desta terça-feira (17), que sairá do PSDB. “Não fiz nenhum movimento no sentido de sair do PSDB. Houve muitas especulações. A primeira de que eu iria para o PMDB, depois que eu iria para o DEM, que é um partido cada vez mais afirmativo na vida nacional. Também foi dito que eu iria para o PTB. Mas não tem nenhum movimento mais efetivo da minha parte de mudança partidária”, disse. Havia a especulação de que o tucano, insatisfeito com as posturas dos deputados federais João Gualberto e Jutahy Magalhães Júnior no estado, pretendia migrar para a sigla de Michel Temer (PMDB) para pleitear espaço na eventual chapa majoritária de ACM Neto (DEM) em 2018. As informações são do site Bahia.Ba.

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também

PodCast

Cartas para o Papai Noel dos Correios podem ser entregues até o dia 30 de novembro

mais podcast ›

Videos

Reforma trabalhista: Entenda as novas regras e formas de contratação