Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

19º 31º Feira de Santana
22 de outubro de 2017

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Dilton e Feito

Sul do Brasil quer se separar do resto do país, mostra plebiscito informal

09/10/2017 13h00
96% dos que votaram desejam ver a independência do RS, SC e PR
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Sul do Brasil quer se separar do resto do país, mostra plebiscito informal
Foto: Reprodução

Os moradores de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul querem se separar do resto do Brasil. É o que mostra o resultado do Plebisul, consulta feita pelo movimento "O Sul é Meu País", realizado no sábado (7). Na manhã desta segunda (9), 96,12% (ou 329.552 pessoas) votaram pelo sim, no plebiscito informal, com 82,62% das urnas auditadas. Os participantes responderam sim ou não à pergunta: "Você quer que o Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul formem um país independente?". De acordo com informações do Correio, apesar do resultado positivo pela separação, o total de 342.830 votos computados em 2017 foi menor que o registrado em anos anteriores, quando o número de participantes passou de 600 mil pessoas.

A mostragem alcançada em 2017 corresponde a apenas 1,6% das pessoas aptas a votar na região, que, segundo o TSE é de 21,2 milhões de pessoas. A votação tinha caráter simbólico, ou seja, não tem valor legal. No entanto, os participantes eram convidados a assinar uma proposta que seria levada ao Congresso para que o assunto fosse discutido. Conforme os organizadores, a condição mínima para votar era ser maior de 16 anos. Até mesmo o voto em trânsito era permitido. A expectativa era de colher os votos de 2 a 3 milhões de pessoas.

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também

PodCast

1º lugar – Categoria de 11 a 14 anos

mais podcast ›

Videos

Ao vivo: CCJ discute parecer pela inadmissibilidade de denúncia contra Temer