Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

19º 31º Feira de Santana
22 de outubro de 2017

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Dilton e Feito

Maia reúne líderes do governo e discute cronograma de votação da denúncia

09/10/2017 11h04
Maia garantiu aos presentes que não fará diferença o eventual atraso para o cronograma de votação da denúncia – previsto para a semana do dia 24 de outubro.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Maia reúne líderes do governo e discute cronograma de votação da denúncia
Foto: Agência Brasil

Após o presidente Michel Temer reunir ministros e líderes do governo no Palácio do Jaburu, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), recebeu neste domingo (8) Aguinaldo Ribeiro (Câmara) e André Moura (Congresso) para discutir as votações na Câmara e o cronograma da denúncia contra o presidente da República. Também passaram pela residência oficial da Câmara o ministro Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) e o deputado Heráclito Fortes (PSB-PI). Segundo o Blog Andréia Sadi, do G1, Aguinaldo Ribeiro disse, durante o encontro, que a entrega do relatório de Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) pode atrasar um dia – de terça-feira para quarta-feira – porque o tucano ainda estaria "na vigésima página" do documento.

Diante do relato, no entanto, Maia garantiu aos presentes que não fará diferença o eventual atraso para o cronograma de votação da denúncia – previsto para a semana do dia 24 de outubro. A data foi discutida neste domingo também entre Temer e aliados na residência oficial do presidente. Temer chamou a equipe para pressionar o ministro do Planejamento, Dyogo Oliveira, a acelerar o orçamento das emendas impositivas – pleito dos deputados da base aliada. Em troca, os parlamentares prometem entregar o voto a Temer contra a denúncia.

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também

PodCast

1º lugar – Categoria de 11 a 14 anos

mais podcast ›

Videos

Ao vivo: CCJ discute parecer pela inadmissibilidade de denúncia contra Temer