Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

19º 30º Feira de Santana
23 de outubro de 2017

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Polícia

Homem é morto com golpes de faca após festa de emancipação política

13/08/2017 12h20
Crime ocorreu na madrugada de sábado (12), no extremo sul da Bahia.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Homem é morto com golpes de faca após festa de emancipação política
Foto: Reprodução/Facebook

Acorda Cidade

Um homem foi morto a facadas na madrugada de sábado (12), na cidade de Itanhém, no extremo sul da Bahia, de acordo com a Polícia Militar. Ele foi ferido após participar dos festejos de aniversário de 59 anos da emancipação política da cidade, que ocorriam na noite de sexta-feira (11).

Luciano Leandro Jesus foi atingido por golpes de faca no pescoço, por volta das 4h, após o término da festa, que ocorrria no mercado municipal. Segundo a PM, ele chegou a ser socorrido por uma equipe do Corpo de Bombeiros, mas morreu a caminho do hospital.

A autoria e motivação do crime serão investigadas pela Polícia Civil. De acordo com a polícia, a vítima era natural de Itanhém e tinha familiares na cidade de Medeiros Neto, mas morava no estado do Espírito Santo. Na manhã deste domingo (13), a PM não soube informar se o corpo da vítima foi sepultado.
 

Fonte: G1

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também

PodCast

1º lugar – Categoria de 11 a 14 anos

mais podcast ›

Videos

Ao vivo: CCJ discute parecer pela inadmissibilidade de denúncia contra Temer