Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

19º 30º Feira de Santana
18 de outubro de 2017

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Feira de Santana

Moradores da Matinha cobram soluções para o distrito durante sessão itinerante da Câmara Municipal

19/06/2017 16h40
Uma das reclamações foi feita por uma estudante da própria escola. Utilizando a tribuna livre, a menina reclamou que a merenda servida na unidade de ensino é sempre biscoito e mingau.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Moradores da Matinha cobram soluções para o distrito durante sessão itinerante da Câmara Municipal
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

Laiane Cruz e Ney Silva

Os moradores do distrito da Matinha querem soluções para diversos problemas que eles vêm enfrentando em povoados e comunidades.

As reivindicações foram apresentadas na sessão itinerante da Câmara Municipal realizada na manhã desta segunda-feira (19), na escola municipal Rosa Maria Espiridião Leite.

Uma das reclamações foi feita por uma estudante da própria escola. Utilizando a tribuna livre, a menina reclamou que a merenda servida na unidade de ensino é sempre biscoito e mingau.

A diretora da escola, Gervanne Oliveira confirma que não há variedade da merenda escolar e, às vezes, tem um item e não tem o outro.

“Não está faltando merenda, mas os estudantes reclamam da falta de variedade. Está vindo só biscoito, mingau e arroz doce, esse tipo de coisa. Está vindo, porém é dessa forma. Ultimamente não está demorando, mas às vezes chega a polpa e não chega o biscoito. É a qualidade e a variedade, a reclamação das crianças é essa”, afirmou a diretora.

A presidente da Associação Comunitária de Candeia Grossa, povoado de Matinha, Raimunda Ferreira, conhecida como Titia, falou da importância da sessão itinerante e disse que existem muitas carências no distrito.

“A carência é muito grande no distrito da Matinha. É preciso fazer muita coisa, como o cascalhamento das estradas, melhoria nas escolas. Sabemos das dificuldades, mas não podemos deixar de cobrar, porque os vereadores foram eleitos para isso. Não podem chegar na comunidade e só pedir o voto. O vereador tem que atuar, fazer leis e levar para o executivo”, destacou Titia.

Ainda de acordo com ela, a segurança pública na Matinha está precária. “Precisa melhorar muito, teve uma audiência pública, mas ainda não melhorou nada. Precisamos cobrar mais, as viaturas precisam rodar mais pelos corredores e as ruas principais, principalmente nos horários de pico em que os ônibus passam de manhã, das 5 às 7, e são os horários que eles (assaltantes) visam mais”.

O líder do governo, vereador José Carneiro garantiu que as reivindicações apresentadas serão encaminhadas para se ter uma solução.

“Hoje nós tivemos uma sessão itinerante bem participativa, onde a comunidade fez uso da tribuna livre e expressou os seus desejos e as suas reivindicações. Entre as pessoas, um professor da escola onde a sessão foi realizada, e nós dissemos que vamos nos colocar à disposição da direção da escola, ouvir das reivindicações e transmitir ao governo as necessidades da escola, muito embora a escola tenha abertura no município para levar semanalmente ou mensalmente à prefeitura os problemas que enfrenta”, afirmou.

Com relação à merenda servida na escola Rosa Maria Espiridião, ele disse que a merenda ofertada pelo município é saudável, mas concordou que pode estar faltando um cardápio mais diversificado.

O presidente da Câmara Municipal, Reinaldo Miranda, fez uma avaliação da sessão itinerante. “Ficamos felizes, satisfeitos com o que pode acontecer, até porque o papel do parlamentar é ouvir a comunidade, e o intuito da câmara itinerante é de estarmos perto dos moradores dos bairros e dos distritos, para ouvir suas necessidades, e através de indicação, requerimentos, projetos de lei, possamos buscar junto ao Executivo e as secretarias”.

Fotos: repórter Ney Silva/ Acorda Cidade.
                       

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também

PodCast

1º lugar – Categoria de 11 a 14 anos

mais podcast ›

Videos

Ao vivo: CCJ discute parecer pela inadmissibilidade de denúncia contra Temer