Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

21º 29º Feira de Santana
18 de outubro de 2017

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Polícia

Homem morre após troca de tiros com policiais militares no bairro Mangabeira

16/06/2017 06h53
Ele foi socorrido para o Hospital Geral Clériston Andrade, mas não resistiu. Uma arma foi apreendida.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Homem morre após troca de tiros com policiais militares no bairro Mangabeira
Foto: Paulo José/Acorda Cidade

Acorda Cidade

Um homem morreu em decorrência de oposição a uma intervenção policial na quinta-feira (15), no bairro Mangabeira, em Feira de Santana.

Segundo os policiais, por volta das 17h50, a guarnição do Peto Sertão estava realizando rondas pelo residencial Videiras, situado na Avenida Iguatemi, quando visualizou dois homens que foram denunciados ao Centro Integrado de Comunicação (Cicom) por estarem armados.

A equipe tentou realizar a abordagem, mas segundo os policiais, os suspeitos deflagraram tiros contra a guarnição, que revidou. Um dos homens foi atingido e socorrido pelos policiais para o Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), onde morreu por volta das 18h49.

Ele não portava nenhum documento pessoal e até o momento não foi identificado. O outro fugiu. Uma arma foi apreendida. 
 

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também

PodCast

1º lugar – Categoria de 11 a 14 anos

mais podcast ›

Videos

Ao vivo: CCJ discute parecer pela inadmissibilidade de denúncia contra Temer