Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

22º 31º Feira de Santana
20 de outubro de 2017

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Dilton e Feito

Temer e Aécio: ACM Neto prega cautela, mas admite 'situação bastante grave'

18/05/2017 11h31
De acordo com o democrata, é necessário ter acesso ao conteúdo das gravações e conhecer os fatos com mais profundidade, antes de ser feito um “prejulgamento”.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Temer e Aécio: ACM Neto prega cautela, mas admite 'situação bastante grave'
Foto: Rodolfo Stuckert/Câmara dos Deputados

O prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), pregou “cautela” ao comentar o escândalo revelado pelo jornal O Globo, a partir de delações dos donos da JBS, que implicam o presidente Michel Temer (PMDB) e o senador Aécio Neves (PSDB), cujo afastamento do mandato foi requerido pelo Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com o democrata, é necessário ter acesso ao conteúdo das gravações e conhecer os fatos com mais profundidade, antes de ser feito um “prejulgamento”. “Primeiro, é importante nesse momento ter cautela para que se possa saber exatamente o que é que consta nessa última delação que foi divulgada no dia de ontem. Se alguém disser que a situação não é grave e preocupante, vai estar faltando com a verdade. É claro que nós estamos diante de uma situação bastante grave. Agora é difícil antecipar uma opinião definitiva sobre os fatos sem antes conhecer o conteúdo do que foi delatado pelo proprietário da JBS. […] O fato é que não se pode desconsiderar que há um agravamento da crise política no país, que as denúncias são graves, mas é difícil antecipar juízo de valor”, disse o gestor soteropolitano, durante o lançamento do projeto Transparência e Controle Social – Cidadania em Ação, na Escola Municipal Hildete Lomanto, no bairro do Garcia. Aliado de Temer e Aécio, Neto diz ter conversado com interlocutores de Brasília tanto na noite anterior, quanto na manhã desta quinta-feira (18). Perguntado pelo bahia.ba se achou exagerada a decisão do STF de afastar o senador, o prefeito negou conhecer “os elementos que fundamentaram” a medida, mas disse que a determinação “tem que ser acatada”. Sobre o seu correligionário Ronaldo Caiado, senador do DEM de Goiás, que defendeu a renúncia imediata de Temer, ACM Neto não quis arriscar apoio ou oposição à declaração: “Não posso estabelecer qualquer tipo de censura ao meu colega de partido”. As informações são do bahia.ba. 

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também

PodCast

1º lugar – Categoria de 11 a 14 anos

mais podcast ›

Videos

Ao vivo: CCJ discute parecer pela inadmissibilidade de denúncia contra Temer