Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

22º 31º Feira de Santana
20 de outubro de 2017

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Dilton e Feito

Aécio Neves quis calar a Justiça, diz Otto Alencar

18/05/2017 10h44
O baiano aproveitou para defender o impeachment de Michel Temer (PMDB).
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Aécio Neves quis calar a Justiça, diz Otto Alencar
Foto: Emerson Nunes/Política Livre

O senador e presidente do PSD na Bahia, Otto Alencar, afirmou que o senador Aécio Neves (PDSB-MG) “quis calar a Justiça” como o colega cassado Delcídio do Amaral. “Já se sabia do comprometimento do Aécio, a boca pequena. O caso de Aécio é igual ao de Delcídio. Nesta situação, deputados e senadores já querem que ele renuncie”, disse em entrevista a Mário Kertész, na Rádio Metrópole, na manhã desta quinta-feira (18). O baiano aproveitou para defender o impeachment de Michel Temer (PMDB). “É um momento delicado e difícil estou indo para o Senado, mas a minha posição pessoal é do impeachment do Temer, porque segundo informações, as denúncias são gravíssimas”, disse. “Eu disse que Temer não era a solução do Brasil. Essa foi uma tragédia anunciada. Todos sabiam de problemas sérios com Temer. [Eduardo] Cunha é da cozinha dele”, acrescentou. As informações são do Política Livre. 

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também

PodCast

1º lugar – Categoria de 11 a 14 anos

mais podcast ›

Videos

Ao vivo: CCJ discute parecer pela inadmissibilidade de denúncia contra Temer