Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

19º 28º Feira de Santana
25 de setembro de 2017

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Educação

Feirense estuda Física Nuclear e desenvolve pesquisa sobre a matriz energética da Bahia

20/04/2017 13h22
O estudante conquistou uma bolsa de iniciação científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Feirense estuda Física Nuclear e  desenvolve pesquisa sobre a matriz energética da Bahia

Acorda Cidade

O estudo da Física Nuclear, Astronomia, Matemática e Bioquímica tem tornado o estudante Rodrigo Damasceno Sampaio, 16, em um pesquisador da matriz energética da Bahia. O interesse do aluno pelo assunto começou em um projeto desenvolvido em sala de aula juntamente com a colega Evelin Costa, ambos do 2º ano, do Colégio Estadual Ernesto Carneiro Ribeiro, localizado em Feira de Santana. Pela iniciativa, selecionada para a 6ª Feira de Empreendedorismo, Ciência e Inovação da Bahia (Feciba), o estudante conquistou uma bolsa de iniciação científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Rodrigo e Evelin (Foto: SecBA)

Intitulado “A matriz energética no Estado da Bahia: análise do potencial nuclear x potencial hidrelétrico”, o projeto tem o objetivo de difundir o conhecimento cientifico sobre os processos de produção (transformação) de energia. Rodrigo Sampaio destaca a relevância do projeto. “A pesquisa é importante devido a necessidade atual de se conhecer formas mais eficientes de exploração da energia e que causem o mínimo de impacto ambiental”, comenta o estudante.

Rodrigo Damasceno pretende aprimorar sua pesquisa a partir de novos estudos sobre energias solar e eólica como fonte de energia para a Bahia, o Nordeste e o Brasil. O jovem pesquisador acrescenta que “o projeto leva a uma discussão sobre as vantagens e desvantagens da exploração dos recursos naturais, seus impactos ambiental e social e como isso afeta diretamente a nossa região”, afirma.

De acordo com o professor de Física e orientador do projeto, André Bastos da Silva, o projeto é de grande alcance social e muito contribui para o processo de ensino e aprendizagem. “Estudar as matrizes energéticas proporciona ao estudante um aprendizado prático de muitos conteúdos de sala de aula. Afinal estamos tratando de várias fontes de energia disponíveis e é essencial conhecê-las fazendo o melhor uso de cada uma delas, sempre levando em consideração a sustentabilidade, os fatores socioambientais, entre outros”, afirma o educador.

O professor ainda ressalta que “a Bahia tem um grande potencial energético para hidrelétricas e para a extração de urânio, o que nos coloca em posição central para o desenvolvimento da região e, consequentemente, para o crescimento nacional”. 

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também

PodCast

Passagem de avião está mais barata desde cobrança por bagagem, aponta pesquisa

mais podcast ›

Videos

39ª Semana Espírita: Cantora Elizabete Lacerda interpreta a canção Caminhando e Cantando