Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

19º 31º Feira de Santana
17 de novembro de 2017

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Dilton e Feito

Reforma é para atender os mais pobres, diz Arthur Maia

19/04/2017 10h38
"Com o Temer, vimos a inflação e os juros diminuírem, o Brasil vem alcançando um crescimento econômico", afirmou.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Reforma é para atender os mais pobres, diz Arthur Maia
Foto: Divulgação

Relator da Reforma da Previdência na Câmara, o deputado baiano Arthur Maia (PPS) comentou nesta quarta-feira, 19, sobre o parecer que será lido ainda nesta manhã. “Estaremos lendo o relatório com os pontos modificados. Elas aconteceram no sentido de ajudar as pessoas mais pobres, humildes e acho que vamos aprovar o relatório na comissão. Quando você é uma parlamentar tem coisas que você pode fazer ou não. A reforma da previdência é fundamental para o país. Outros países que não fizeram a reforma tiveram que diminuir com o tempo, o valor da aposentadoria. Eu como relator, entendo que a gente tem fazer com sinceridade, verdade, explicar o ponto de vista. Nós estamos diante de uma dificuldade política e o governo está reagindo dano ao Brasil uma agenda positiva, com um equilíbrio fiscal”, disse Maia em entrevista à Rádio Metrópole. Segundo o relator, a Reforma é para os mais pobres. “Com o Temer, vimos a inflação e os juros diminuírem, o Brasil vem alcançando um crescimento econômico. Se não fizermos a reforma o Brasil vai amargar a diminuição do PIB. Estamos recuperando a economia porque teve a PEC dos gastos, a PEC da responsabilidade fiscal. O Brasil viveu durante 13 anos uma mentira, o Brasil quebrou. A reforma é para atender os mais pobres”, completou. As informações são do Política Livre. 

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também

PodCast

Cartas para o Papai Noel dos Correios podem ser entregues até o dia 30 de novembro

mais podcast ›

Videos

Reforma trabalhista: Entenda as novas regras e formas de contratação