Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

19º 31º Feira de Santana
22 de outubro de 2017

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Bahia

Leituristas da Coelba identificaram mais de 21 mil possíveis focos do mosquito aedes aegypti na Bahia

18/04/2017 14h55
Em um ano de parceria com o Governo do Estado, a Coelba identificou possíveis focos em 325 municípios.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra

Acorda Cidade

Mais de 21 mil possíveis focos do mosquito Aedes Aegypti foram identificados por leituristas da Coelba, empresa do Grupo Neoenergia, na capital e interior da Bahia. Completando, neste mês, um ano de parceria com o Governo do Estado da Bahia, através da Secretaria de Saúde (SESAB), a Coelba, já totaliza 325 municípios mapeados, com os possíveis criadouros identificados e informados as autoridades sanitárias. Na liderança das cidades com maior número de focos identificados estão: Salvador (1.801), Paripiranga (1.197) e Buritirama (958).

A estratégia de cooperação da Coelba é simples: utilizar os mais de 1,5 mil leituristas que, diariamente, coletam consumo mensal de energia elétrica dos mais de 5,8 milhões de clientes, para identificar focos do mosquito e informar as autoridades sanitárias sobre potenciais criadouros. As anotações e indicações dos locais sob risco são feitas através dos equipamentos utilizados para a coleta de leitura.

As informações – endereço e coordenadas geográficas – são disponibilizadas diariamente para as secretarias de saúde municipais de todo o estado, além da disponibilização destas informações no aplicativo para celular Caça Mosquito, do Governo do Estado. A intenção é dar mais agilidade ao mapeamento dos focos de reprodução e auxiliar na eliminação do mosquito que transmite doenças como a dengue, zika, chicungunha e febre amarela.
 

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também

PodCast

1º lugar – Categoria de 11 a 14 anos

mais podcast ›

Videos

Ao vivo: CCJ discute parecer pela inadmissibilidade de denúncia contra Temer