Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

17º 27º Feira de Santana
29 de maio de 2017

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Polícia

Funcionário da prefeitura de Rafael Jambeiro é assassinado com mais de 30 tiros em Feira

20/03/2017 12h27
Segundo a polícia, foram encontradas marcas de algemas nos braços, de tortura nas costas, e mais de 30 perfurações de tiros.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Funcionário da prefeitura de Rafael Jambeiro é assassinado com mais de 30 tiros em Feira

Andrea Trindade

Nelson Bispo dos Santos, 45 anos, foi encontrado morto na manhã desta segunda-feira (20), na Fazenda Lameiro, distrito Governador João Durval (Ipuaçu), na zona rural de Feira de Santana. Segundo a polícia, foram encontradas marcas de algemas nos braços, de tortura nas costas, e mais de 30 perfurações de tiros, calibres 380 e 9 milímetros.

De acordo com o delegado Gustavo Coutinho, titular da Delegacia de Homicídios (DH Feira), a vítima foi sequestrada na cidade de Rafael Jambeiro, por volta das 23h de domingo (19). Moradores informaram que ouviram o barulho dos tiros.

"Os assassinos o trouxeram para executar já na área de Feira de Santana. Ele já trabalhou na prefeitura de Rafael Jambeiro, prestou serviço na delegacia de lá e existe informações também de que vendia cartelas para bingo e que havia sumido com cerca de 150 cartelas e com isso foi ameaçado de morte. Essa é uma linha de investigação, além de outras", disse o delegado.

O corpo foi encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica de Feira de Santana (DPT).

Com informações do repórter Aldo Matos do Acorda Cidade
 

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também

PodCast

Entidade solicita prisão domiciliar de detenta do Conjunto Penal que teve bebê há 6 meses

mais podcast ›

Videos

Arte, cultura e valorização da mulher no 1º Mamãe Balansoul