Acorda Cidade | Dilton Coutinho | Portal de notícias de Feira de Santana - Bahia

22º 39º Feira de Santana
28 de março de 2017

Notícias

Esportes

Empregos

Lazer

Especial

Todas as notícias Cultura

Confirmado o reconhecimento cultural do artesanato do Centro de Abastecimento

22/12/2016 09h15
De acordo com o deputado Zé Neto, não há como o governo interferir nas questões patrimoniais, como o tombamento histórico, mas do ponto de vista imaterial está assegurado o reconhecimento cultural das práticas e fazeres do artesanato de Feira de Santana.
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letra Diminuir letra
Confirmado o reconhecimento cultural do artesanato do Centro de Abastecimento
Foto: Divulgação

Acorda Cidade

A manutenção e funcionamento do Centro de Abastecimento de Feira de Santana foram debatidos na tarde de quarta-feira (21), em uma reunião no Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC). Estiveram presentes o deputado estadual e líder do governo na Assembleia, Zé Neto (PT); seu departamento jurídico e institucional; o representante dos artesãos do Centro de Abastecimento, Antonio Marcos; o Diretor da Preservação do Patrimônio Cultural, Antonio Roberto; o Diretor Geral do IPAC, João Carlos Cruz e o chefe de gabinete do IPAC, Ivan Souza.

De acordo com o deputado Zé Neto, não há como o governo interferir nas questões patrimoniais, como o tombamento histórico, mas do ponto de vista imaterial está assegurado o reconhecimento cultural das práticas e fazeres do artesanato de Feira de Santana, localizado no Centro de Abastecimento.

"Esta já é uma grande vitória e um elemento importante na luta judicial pela preservação do espaço adequado para os trabalhadores e trabalhadoras que trouxeram desde a feira livre no centro da cidade, uma tradição e riqueza cultural indispensáveis para a história e as raízes do povo feirense", afirma o deputado.

Na reunião ficou decidido que em fevereiro será feita uma audiência pública para discutir o tema. Apesar da contestação da prefeitura contra o ato de reconhecimento cultural dos artesãos, o IPAC, por questões estritamente técnicas manteve sua decisão de reconhecimento do patrimônio imaterial do artesanato no Centro de Abastecimento.

"Teremos outras etapas da Luta para manutenção da cultura do artesanato na nossa cidade", pontuou o deputado.

Na opinião do diretor do IPAC, João Carlos, o caminho deve ser do diálogo e criação de conselho construtivo e deliberativo para debater o assunto, com vistas a fazer o necessário aprofundamento e intermediação entre os poderes público municipal, estadual, artesãos, sociedade e os interessados no tema. 

É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.



É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.



Comentários

AVISO: os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Acorda Cidade.
É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Acorda Cidade pode até retirar, sem prévia notificação, comentários ofensivos e com xingamentos e que não respeitem os critérios impostos neste aviso.

Veja também

PodCast

Nova análise constata que água de obra do BRT não é própria para consumo

mais podcast ›

Videos

Ivete Sangalo fica sem carro em Salvador e pega carona