vai para o início: Alt+i vai para o conteúdo: Alt+c vai para o menu: Alt+m vai para o fim: Alt+f Acessibilidade Brasil Acessibilidade Brasil
Dilton Coutinho
@acordacidade no Twitter
Inema aponta praias de Madre de Deus e Cabuçu como impróprias para banho http://t.co/ZjzM8R8LUA
Ouvir Programa
sábado, 30 de agosto de 2014
Hora certa:
Editoriais
Colunistas
Links
RSS

Duplicação da BR 242 pode se estender até o Centro Industrial do Cerrado

A obra compreende um trecho de 49 km, a partir do entroncamento da BA 460, próximo à Luís Eduardo Magalhães.

28/08/2013 09:36
Mudar o tamanho da letra: Aumentar letraDiminuir letra
Reprodução

Foto: Reprodução

Acorda Cidade

A duplicação da BR 020/242 no perímetro urbano de Luís Eduardo Magalhães pode ganhar mais 6 km de extensão e, com isso, chegar até o Centro Industrial do Cerrado (CIC). O projeto atualmente contempla além dos 8 km correspondentes ao perímetro urbano do município, mais 1,5 km de pavimento nas duas rodovias, BR 020 sentido Brasília, e 242, sentido Tocantins.
 
“No ritmo de crescimento que temos em Luís Eduardo Magalhães, não podemos pensar pequeno. É preciso viabilizar uma alternativa para a inclusão deste trecho no projeto da duplicação”, disse o prefeito, em reunião, na tarde desta terça-feira, 27, com integrantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e os consórcios Paviservice e Produman/Araguaia, responsáveis pelas obras de duplicação do perímetro urbano de Luís Eduardo Magalhães e dos 49 km de rodovia entre o entroncamento da BA 460 e Taguatinga/TO.
 
“Em determinados períodos do ano o número de carretas circulando pelo perímetro urbano de Luís Eduardo Magalhães ultrapassa três mil por dia”, pontuou Humberto, ressaltando ainda a necessidade da duplicação da BR 020/242, entre as cidades de Barreiras e Luís Eduardo Magalhães.

 
Segundo o Diretor Presidente da Paviservice Serviços de Pavimentação Ltda, Ronald Velame, existe previsão para a entrega de um projeto de adequação do trecho que, hoje, encontra-se fora dos projetos de duplicação ou pavimentação entre o perímetro urbano de Luís Eduardo Magalhães e o estado do Tocantins via BR 242. “Ao todo são 18 km até o trevo. Nesse caso seriam 6 km de pista dupla e 12 km de adequação da via”, comentou.
 
Já o Diretor de Infraestrutura Rodoviária do DNIT, Roger da Silva Pêgas sugeriu que o prefeito Humberto Santa Cruz aproveite a possível visita do Ministro dos Transportes César Borges à região em setembro e peça oficialmente a inclusão desses 6 km no projeto da duplicação.
 
Um dos argumentos para a obtenção do aval ministerial seria o projeto de ampliação do Centro Industrial do Cerrado (CIC) em 100 hectares. “O CIC de Luís Eduardo Magalhães chegou ao seu limite. Precisamos expandir sua área para que consigamos atrair mais empresas”, ponderou o prefeito, lembrando que no início de setembro está agendada uma visita de negócios à uma empresa têxtil de Portugal, interessada em investir na região.
 
Após a reunião, a comitiva, também formada pelo  Superintendente Regional do Dnit  Amauri Souza Lima, o Diretor da Araguaia Engenharia, William dos Santos, o engenheiro civil do consórcio Produman/Araguaia, Murilo Arruda e o engenheiro Vitor Guimarães, da Produman visitou os locais das obras.
 
Pavimentação LEM/Tocantins - A obra de pavimentação da BR 242, entre as divisas da Bahia – em Luís Eduardo Magalhães – e Tocantins teve início na segunda-feira, 26. Até novembro a expectativa é que 10 km de terraplanagem e 5 km de asfalto já estejam concluídos. A previsão é que a obra seja finalizada em 18 meses. “Se correr tudo bem, até outubro do ano que vem, estamos com a obra pronta”, explica o engenheiro José Carlos Prata, da empresa Araguaia Engenharia, integrante do Consórcio Produman, vencedor da licitação. A obra compreende um trecho de 49 km, a partir do entroncamento da BA 460, próximo à Luís Eduardo Magalhães.

  • Recomendar
É muito importante a sua participação. Envie para nós a sua sugestão de correção.


Envie esta notícia por e-mail.


É muito importante a sua participação. Em breve entraremos em contato.